quinta-feira, 31 de maio de 2007

Crie com consciência

Links para esta postagem
Muito boa essa série de anúncios criada pela Giovanni Draft FCB para o CCRJ. A partir de junho a agência começa a veicular na revista Vizoo, onde a idéia é mostrar a grande responsabilidade que o profissional de comunicação tem sobre a sociedade. É aquela velha questão: Será que a ação é para vender ou ganhar prêmio? De qualquer forma não custa nada reforçar o que deveria ser óbvio.
Gostei muito da direção de fotografia, ressalta perfeitamente a mensagem. Sem contar que o público-alvo, dessa vez, é quem normalmente cria o anúncio.






Fonte: IZIP

quarta-feira, 30 de maio de 2007

Filminhos legais do Office 2007

Links para esta postagem
Esses são os belíssimos filmes da Microsoft para o Office 2007. É incrível o que se pode fazer quando boas idéias unem-se à boas verbas. Quem assina as peças é a McCann americana.

O desconhecido


Fascinados


A busca


O divisor


Pesadelo


Colaboração: Ian Black

terça-feira, 29 de maio de 2007

Vamos chutar o racismo pra fora do futebol

Links para esta postagem


Eu não gostei nem um pouco desse bem produzido filme contra o racismo no futebol - o motivo é simples - desde quando eu formei minha opinião sobre esse delicado assunto, decidi que só não estaria sendo preconceituoso quando espontaneamente deixasse de prestar atenção no tom de pele de um amigo negro.

Voltando ao filme, a idéia que transmitiu me passou a impressão de uma imprópria rivalidade entre brancos e negros - um querendo ser melhor que o outro, ou que sua etnia é mais preponderante dentro das corriqueiras circunstâncias. Isso é uma enorme demonstração de ignorância em todos os níveis possíveis.

Acho que a idéia deveria ser que o atleta negro respeitasse o branco e vice-versa, e respeitasse acima de tudo suas diferenças. Não importa quem vence, quem perde, quem tem medo, quem tem coragem. A diferença no tom de pele nunca, jamais, em hipótese alguma deveria ser motivo de inclusão ou exclusão de qualquer espécie. A risada no final ficou irônica demais e pra ser bem sincero, me pareceu que os negros é que estão sendo preconceituosos. Vale lembrar que em alguns lugares, os brancos são estupidamente humilhados também.

Fico pensando qual é a real intenção de uma produção como essa. Será que é mesmo tentar chutar pra longe o racismo? Ou será que é tentar proteger o mais oprimido usando as mesmas técnicas do opressivo?

Colaboração: Leandro Magalhães

sábado, 26 de maio de 2007

Nada se cria | 13

Links para esta postagem
Uma idéia parecida com outra é até aceitável, afinal de contas, eu penso que a linha criativa segue uma certa lógica, mas quatro idéias parecidas já um pouco demais. Nem é preciso fazer ginástica para perceber a incrível semelhança entre esses anúncios. Não apenas no leiaute, mas também no conceito: nos quatro, virando uma das páginas da revista, o leitor pode ver a garota fazendo os temíveis abdominais.

O fato é que se trata de uma grande idéia, mas que pode surgir na cabeça de qualquer criativo - ou então foi chupado mesmo, vai saber. Numa conversa entre os caras que fizeram os anúncios, eles disseram: "a gente armou a jogada e a Fischer marcou o gol", fazendo uma referência à conquista do ouro no FIAP 98.


Para manter a forma, experimente a Nova Linha Light Batavo ou vire essa página 100 vezes.

Cliente: Batavo
Veja de 29/04/98



Ginástica. É isso que o consumidor faz quando não encontra Finn na sua farmácia.

Cliente: Finn
Agência: DPTO.
Criado em junho/97
fotolito



Abra e feche esta página 95 vezes.

Cliente: ACM
Agência: Publicis Norton
Lançado em fevereiro/98
Caderno Propaganda & Marketing



Fazer abdominal ficou mais fácil que abrir e fechar esta revista.

Cliente: Ponto Frio
Agência: Fischer, Justus
Premiado com ouro no FIAP 98
Caderno Propaganda & Marketing


Fonte: DPTO

quinta-feira, 24 de maio de 2007

Faça como a VW, foque no público

Links para esta postagem


É engraçado o que acontece com alguns comerciais, parece que as vezes eles querem ser tão sarcásticos que nos tornam parte do show. Também não sei se estou dizendo isso por causa do inerente senso comum, ou porque sou mais duro que uma rapadura quando o assunto é dançar.

Nesse hilário filme da Volkswagen, o conceito do carro é indiscutivelmente trabalhado de forma brilhante, ou seja, comparando o seu desempenho à tradicional rigidez dos alemães. Porém, a idéia é que isso seja visto de tal forma - é o que poderíamos chamar de Fator Crítico do Sucesso. De acordo com o público do carro, esse tipo de persuasão não poderia ser comparada ao usuário descolado, que tem atitude, destaque, porque daí, o filme inteiro vai por água abaixo.


Sugestão enviada pela leitora Talita Farde.

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Quanto vale um manicômio?

Links para esta postagem
Para ser bem preciso a resposta é exatamente R$ 54.795,49. Um fortuna não?! Principalmente para um manicômio repleto de loucos e temerários publicitários. Logicamente, não espero que alguém me faça essa rechonchuda proposta, mas o legal aqui é a fórmula com que o site "Quanto vale seu site" usou para deduzir o valor de cada URL.

Basicamente, o valor é dado analisando a quantidade de links inter-relacionando os blogs, chegando a uma cotação link/dólar. Isso significa que quanto mais conteúdo e inter-relações entre os blogs, mais valioso é o endereço. Legal né?

O site original de avaliação de blogs utilizava a API do Technorati, um site indexador de blogs com diversos serviços. Retornando a quantidade de links entre o conjunto da blogosfera indexada e o site pesquisado, era calculado um valor, exibido um gráfico e disponibilizado um HTML. No caso do nosso sanatório, o código gerado foi esse:



Vou deixar na barra lateral por uns dias, vai que alguém leve essa história a sério. Daí eu consigo um bom motivo pra montar minha agência.

terça-feira, 22 de maio de 2007

Land Rover, a marca mais off-road que já vi

Links para esta postagem
A Land Rover está se tornando (muito timidamente diga-se de passagem) num mito da publicidade mundial - um fenômeno muito parecido com o que o ocorreu com a Benetton, Coca-Cola e Marlboro, onde algumas campanhas tornaram-se insuportavelmente imortais.

Sua linha criativa ultrapassou a postura do óbvio e hoje já um transcurso entre as mais variadas espécies de criativos. Por cerca de meio século, essa bem posicionada marca é a favorita entre naturalistas e membros das forças de paz de todos os cantos do mundo.

Para que esse acontecimento não passe em branco por aqui, dei uma breve passeada por aí e colhi alguns impressos dessa monumental marca que não gosta muito de estradas e trechos convencionais.

Clique nas imagens para ampliar.




















segunda-feira, 21 de maio de 2007

Sony e sua esbelta Cyber-shot DSC T7

Links para esta postagem


Esse é um belo exemplo daquelas mídias que só funcionam aqui, no mundo word wid web. O anunciante (agência) produz apenas uma peça, fotografa e torna sua propaganda conhecida nos cinco continentes.
É uma tática muito interessante e principalmente muito econômica, mas para dar certo, antes de mais nada, precisa ter um motorzinho embutido para se classificar como viral. Normalmente esse motorzinho tem um nome bem específico, chama-se criatividade.

A agência que assina a peça assina é a paulista Dentsu.

Aproveito para lembrar de um outro "outdoor on-line" que usou o poste como parte da idéia: Clica.

Ps.: Muita gente detestou essa peça, não é o meu caso.

domingo, 20 de maio de 2007

Citroën

Links para esta postagem
Belo anúncio da segunda maior montadora da Europa, a francesa Citroën. É uma daquelas típicas comunicações onde claramente nota-se o posicionamento que a marca quer passar. Gostei, de zero a dez: nota oito!
Porém, ainda acho que para reverter os lucros decrescentes a mais de três anos consecutivos, a comunicação precisa ser mais sólida que isso.

No rodapé lê-se: "Nothing moves you like a Citroën"

sábado, 19 de maio de 2007

Nada se cria | 12

Links para esta postagem
Estamos aqui mais uma vez para fazer aquela maldosa comparação, e olha que dessa vez a "criatividade" veio em dose tripla.


É com essa facilidade que você gira a nova direção hidráulica do Mondeo.
Agência: Ogilvy/Amsterdã.
Ano: 1995


Gire suavemente sua revista para a direita. Agora para a esquerda.
Pronto, você acaba de fazer um test-drive com a nova direção hidráulica do Apollo.
Agência: Almap/BBDO
Ano: 1991


1. Coloque seus polegares nos locais indicados e pegue esta revista.
2. Gire a revista no sentido horário.
3. Agora vire para o outro lado.
4. Parabéns. Você acabou de estacionar seu novo Mazda 323.
Agência: TBWA/Bélgica
Ano: 1993

Fonte: DPTO

quinta-feira, 17 de maio de 2007

Pessoas fisgadas pelo cigarro

Links para esta postagem
Mais uma campanha anti-tabagista que está dando o que falar. E já que é tão comentada por aí, não poderíamos deixar isso passar em branco por aqui, nesse nosso singelo e cada vez mais visitado sanatório de loucos e criativos publicitários.

Para quem ainda não viu, essa é uma campanha do Governo britânico muito contestada na Europa. Um dos motivos foi o fato dela ter sido considerada inadequada pela agência que controla a publicidade naquele país, alegando que esse tipo de material pode perturbar as crianças. Não discordo disso, pois as imagens são realmente fortes, mostrando a bochecha das pessoas perfuradas por anzóis. No filme, as pessoas são fisgadas repentinamente, fazendo um clara referência ao poder incontrolável que o cigarro exerce sobre os fumantes.

Segundo um porta-voz do Departamento de Saúde Britânico, a campanha foi desenvolvida com profissionais de saúde e fumantes e não tinha como objetivo provocar perturbações. Mesmo assim, a propaganda gerou incríveis 1.671 reclamações. Em contrapartida, desde o lançamento da campanha, mais de 820 mil pessoas entraram em contato com o serviço de ajuda para quem quer largar o cigarro.

Eu tenho um posicionamento bem definido nesses casos, penso que sempre que a publicidade de conscientização gera tamanha polêmica, como é o caso, a função principal que ela deveria exercer sobre seu público-alvo é absurdamente otimizada - e isso, de uma forma geral é positiva, muito positiva.

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Nada se cria | 11

Links para esta postagem
Então vamos aplaudir os caras, mas não por terem entrado na faculdade aos 40, ou por terem dado uma cantada que funcionou, ou ainda aquele que tem 35 anos, mas deram 25. Hoje vamos apenas aplaudir, ironicamente é claro, a fantástica probabilidade desses dois comerciais, de dois grandes anunciantes (Coca-Cola e Nova Schin) serem criados e veiculados na mesma época. Estou me referindo a mais uma daquelas clássicas e indiscutíveis clonagens publicitárias, filmes que por algum motivo são parecidíssimos em gênero, número, grau e pós-produção. Logicamente devemos sempre repudiar qualquer atitude como essa, é o mínimo que podemos fazer em respeito a nossa admirada profissão.


Comercial da Coca-Cola Light na versão argentina



Comercial da Nova Schin

Fonte: MZF

terça-feira, 15 de maio de 2007

Resta um - Greenpeace

Links para esta postagem





















Formidável essa idéia para combater o desmatamento de aproximadamente 3.7000 árvores por dia na Amazônia. Todos aqui devem conhecer bem o jogo Resta Um, onde o objetivo é ir eliminando as pedras até que sobre apenas uma no tabuleiro. Pois bem, pensando nesse simpático joguinho infantil, a ONG Greenpeace divulgou essa peça, ou se preferir, esse jogo, onde as pedras são representadas por árvores. Assim que retira-se as primeiras árvores no jogo, surge a frase: Quanto mais inteligente o homem é, mais burro ele consegue ser.

Além dos perigos que estamos cansados de ser alertados, essa mensagem é também uma forma criativa de mostrar até que ponto chegamos, ou seja, é preciso apelar esse tipo de propaganda para dizer que não estamos parando de extinguir espécies importantes da nossa ainda rica fauna.

Clique aqui para "jogar"

segunda-feira, 14 de maio de 2007

Obesidade é suicídio

Links para esta postagem























Faz muito tempo que eu quero compartilhar esses anúncios por aqui, mas sempre tinha outro na frente que me fazia ignorá-lo. Por dois motivos resolvi por fim as ameaças e divulgar logo essa idéia inusitada que alerta sobre os perigos de uma alimentação errada.

Primeiro: Quero aproveitar para fazer um gancho com o novo comercial da Coca-Cola. Para quem ainda não viu, o filme é bem produzido, carismático e sugere várias "deliciosas" combinações de alimentos para acompanhar uma "coquinha" gelada. Porém, é bem provável que não tenham pensado muito no problema mundial da obesidade e a alimentação desequilibrada dos jovens e crianças. É aquela velha questão conceitual que sempre abordo nos meus comentários. Também, vindo de um produto como a Coca-Cola, essa não deveria mesmo ser a prioridade.

Já o segundo motivo é simplesmente porque eu não tinha outra opção de pauta. E para fazer jus ao velho ditado: "Matei dois coelhos com uma caixa-d'água só."

domingo, 13 de maio de 2007

Bomba suja | Unicef

Links para esta postagem
Todos os anos, 1,5 milhão de crianças morrem por beberem água poluída. A UNICEF alerta para esse problema num outro ângulo de observação. Bem, o anúncio criado pela agência alemã Serviceplan Hamburg já diz tudo.

Aproveito a deixa para relembrar outro pertinente anúncio da UNICEF publicado nesse singelo manicômio há algum tempo, pra quem não viu, vale a pena conferir. Clica.

quinta-feira, 10 de maio de 2007

TVs de plasma

Links para esta postagem
Eu nunca criei nada para vender televisores de plasma, mas pela quantidade de idéias brilhantes que eu vejo, imagino que não seja nada entediante participar de brainstorms para esse produto tão cobiçado ultimamente.

Eu separei algumas peças que fazem parte da categoria "Caramba! Como eu não pensei nisso antes?". Nem preciso dizer que os anúncios da Philco e Wega Sony são super merecedoras de estar na nossa sessão "Nada se Cria", mas dessa vez vamos perdoar os caras.












A seguir, anúncios para a TV de plasma da Panasonic de 50 polegadas. A assinatura diz: "Maior que a maior coisa que você já viu".


> King Kong


> Titanic


> Tubarão

quarta-feira, 9 de maio de 2007

Nintendo

Links para esta postagem


E eu ainda ouvi comentários que rasgavam elogios a esse filme da Nintendo no mínimo infeliz. Muito bem, se você estuda comportamento do consumidor, se você gosta de boa propaganda, ou se você tem respeito por princípios éticos na comunicação, recomendo não assistir esse filme, é lamentável, medíocre, lastimável (se alguém quiser acrescentar mais alguma coisa, fique a vontade). Esse filme para o Resident Evil 4 é um ícone do que não se deve fazer. Acho que agora sintetizei bem.

Não quero me prolongar muito falando de algo tão ruim, preciso apenas me posicionar contrário a qualquer tipo de apelo que não se responsabiliza pelo que a propaganda produz na sociedade. Ou será que isso não tem sentido e para conseguir chamar atenção na era GEFORCE vale tudo?

No filme, a tradução em francês diz:

"Lembre-se, do lugar onde você se sentia mais seguro... Mais confortável... O mais amado... Esse lugar não existirá nunca mais... Resident Evil 4"


segunda-feira, 7 de maio de 2007

Fedex Kinko´s

Links para esta postagem
Não quero comparar mais duas idéias por aqui, até porque saíram da mesma cachola (BBDO de Nova Iorque) e são da mesma campanha. Mas não poderia deixar de citar essas duas belas ações de guerrilha que digamos, são irmãzinhas.

As ações foram criadas para divulgar que a FedEx oferece, além dos já conhecidos serviços de correspondência, materiais para escritório.






quarta-feira, 2 de maio de 2007

Ta na palma da mão

Links para esta postagem
Essa aí, pra quem não é mato-grossense como grande parte dos leitores do blog, talvez não tenha a mesma conotação. Mas eu explico.

Aqui em Cuiabá, durante as eleições para Governador, o mote da campanha do candidato Blairo Maggi era muito parecido com essa idéia do anúncio ao lado. E aproveitando o "M" comum na palma da mão das pessoas, o jingle da campanha política dizia: "Tá na palma da mão, tá na mão de quem sabe, o povo já decidiu, Governador é Blairo Maggi". Porém, de algum jeito isso era cantado de forma que rimava.

Voltando ao anúncio da Volkswagem, lê-se: "Você sempre teve um Volkswagem na mão. Só faltava vir buscar as chaves."
Sendo assim, eu não tenho absolutamente mais nada pra falar sobre isso.

terça-feira, 1 de maio de 2007

Bueiros em Beijing

Links para esta postagem
Essa é uma excelente campanha realizada pela prefeitura de Beijing, na China, para tentar diminuir o furto de tampas de bueiros da cidade.

Segundo os dados daquele país, aproximadamente 50 pessoas morrem e 10 mil ficam feridas todos os anos em conseqüência de acidentes em bueiros destampados. O motivo? Os constantes furtos das tampas de metal para serem revendidos a pouco mais de 3 reais.

Baseado nisso, a agência Ogilvy-Mather Advertising, de Bejing, criou essa bela campanha com o slogan: "Quantas vidas custam U$ 1.25?"