terça-feira, 31 de março de 2009

Nada se cria | 83

Links para esta postagem
Free Image Hosting
Água Mineral Sole
Agência: Orgasms Advertising
País: Holanda
Ano: 1994

Free Image Hosting
Água Ouro Fino
Agência: Exclam Comunicação
País: Brasil
Ano: 1998

Free Image Hosting
Água St. Georges
Agência: Select Communication
País: França
Ano: 2002

segunda-feira, 30 de março de 2009

Breaking News.ie. Direto da fonte

Links para esta postagem
Ótima campanha da rede de notícias Breaking News.ie. Mas têm alguns pontos que eu não entendi direito, por exemplo, porque apenas a peça com a foto do jogo de Rugby / Rúgbi / Râguebi está em PB? Por outro lado, o efeito realista da imagem é original nesse tipo de apelo publicitário - nada contra campanhas que usam imagens minuciosamente tratadas em estúdio. Só achei que o anúncio da guerra e da música poderiam ter perfis diferentes de quem as cobre. Na assinatura lê-se: “Straight from the source.” - Direto da fonte. No geral, pela ousadia e senso de orientação, daria uma boa nota para os irlandeses da Chemistry, ou se preferir, Química.

Free Image Hosting

Free Image Hosting

Free Image Hosting

As aventuras de Mário, o publicitário

Links para esta postagem
As Aventuras de Mário, o Publicitário

sexta-feira, 27 de março de 2009

Paraquedismo é na Swiss Skydive.

Links para esta postagem
Você já pensou como seria criar para uma escola de paraquedismo? Literalmente, da para ir as nuvens com as possibilidades de vender um prazer que muitos colocariam em sua “Lista da Bota”. Que tal então essa ideia que os caras da Wirz/BBDO (Suíça) tiveram para a Swiss Skydive? O chão do elevador foi adesivado com uma foto aérea imitando a vista que se teria durante um salto. Simples assim.

>> Se o anunciante fossse a Red Bull, a sacada também seria bem apropriada. Afinal de contas, Red Bull te da aaaaaasas!

Free Image Hosting

quinta-feira, 26 de março de 2009

Novo Punto T Jet: Não é turbo. É turbinado.

Links para esta postagem
Eu costumo dizer que boa propaganda deve saber o que está falando, e acredite, ela não é maioria. Também é de bom grado se elas apresentarem ao público um mínimo de conceito. Concordo que o visual, layout, finalização ou qualquer que seja o nome disso, tem sua considerável parcela de importância. Mas o que me deixa realmente entristecido é ver uma grande campanha sem um motivo óbvio para justificar seus altos custos. É fácil vender algo meramente bonito por fora, é como o goleiro que salta para defender uma bola que vem em cima dele.

A nova campanha do Fiat Punto T Jet ficou redonda, uma legítima campanha com "C" maiúsculo assinada pela excelente Leo Burnett, mas achei pobre de alma. Nesse ponto confesso meu conservadorismo, mas não basta ter três carros coloridos e uma frase bonitinha para dizer que isso é genial. Também não gosto dessa falta de foco, então raciocine comigo.

O que diabos estão dizendo os anúncios impressos além de cultuar a malandrice? Será que as mulheres, - grandes decisórias do processo de compra - gostam de anúncios como esses? Não canso de divulgar minha opinião totalmente contrária aos comerciais politicamente incorretos. A Claro fez muita coisa nesse sentido e foi igualmente apedrejada por esse blogueiro/publicitário/moralista.

Fora aqueles babacas e metidos a pseudo-intelectuais – incluindo o apresentador - o Big Brother Brasil é um mundo encantado para a publicidade, também já falei sobre isso por aqui. E até nesse fertilizado meio o esforço para divulgar o modelo turbo, ou melhor, turbinado do Punto não foi dos melhores. Na última prova do anjo do programa, os participantes deveriam disputar uma partida virtual com o piloto Luciano Burti num simulador de corrida, no caso, o Fiat Punto T Jet era o tal simulador. Cada jogador do reality show deu três voltas no autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Venceu quem acumulou o menor tempo no percurso. E não é que o volante do carro travou a certa altura da prova.

Já o bem produzido filme da campanha com o duelo do T Jet vs. dragster tem sua pitada de originalidade, e olha que eu nem achei que isso incita os jovens mais desmiolados a optarem pelo modelo pensando nos rachas. Com seus 152 cavalos de potência, é bem provável que o nome T Jet seja em função da categoria de dragsters chamada Jet Cars, que são equipados com turbinas a jato oriundas de aviões de combate. Mas não confundam as bolas, quero deixar bem claro que tudo é uma mera questão de observação. Fica o registro que o slogan é muito bom.

:: Como os textos dos anúncios abaixo estão pequenos, transcrevi as mensagens na sequência de cada peça.

Free Image Hosting
:: Amante
“Vai buscar o filho na escola.
Vai buscar a mulher.
Vai buscar a amante.”


Free Image Hosting
:: Despertador
“Levantou 10 minutos depois que o despertador tocou.
Levantou 40 minutos depois que o despertador tocou.
O despertador não tocou.”


Free Image Hosting
:: Jogo do time
“Atrasado para o trabalho.
Atrasado para um jantar com a namorada.
Atrasado para o jogo do seu time.”


Free Image Hosting
:: Namorada viajou
“Vai viajar por 2 semanas.
Vai viajar com a namorada por 2 semanas.
A namorada viajou por 2 semanas.”


Free Image Hosting
:: Sandy
“A Playboy da nova sensação do funk está nas bancas.
“A Playboy da gostosa da novela está nas bancas.
“A Playboy da irmã do Junior está nas bancas.”


Free Image Hosting
:: Revista
Clique na imagem para ampliar.


:: Filme da campanha


:: Prova do anjo no Big Brother Brasil - 20/03/09

Fontes: CCSP | Wikipédia | m&m on-line

quarta-feira, 25 de março de 2009

Não adianta. Se não tiver ideia, não entra.

Links para esta postagem
A Master Comunicação, do Paraná, criou essa divertidíssima campanha para o CCPR – Clube de Criação do Paraná para dizer que não adianta o candidato inscrever suas peças no 6º Festival do Anuário do CCPR se não tiver ideia. A linguagem escrachada não deixa de ser uma crítica às estratégias de muitos profissionais para divulgarem seus trabalhos. Gostei.

Free Image Hosting
:: Imagem esquisita com título aplicado num papelzinho amassado e logo do cliente minúscula só para inscrever em prêmio.

Free Image Hosting
:: Mesma ideia do primeiro anúncio com execução diferente, só para inscrever como campanha.

Free Image Hosting

Free Image Hosting

Free Image Hosting
:: Mobiliário urbano sendo observado por criativos da agência que fingem ser transeuntes demonstrando interesse. Não adianta. Se não tiver ideia, não entra.

Free Image Hosting

:: Site (clique aqui)

Nada se cria | 82

Links para esta postagem
Free Image Hosting
McDonald’s
Agência: Leo Burnett
País: Reino Unido
Ano: 2000

Free Image Hosting
NewYorkFries
Agência: Zig Toronto
País: Canadá
Ano: 2008

terça-feira, 24 de março de 2009

Propagandas que embalaram minha infância: Guga vs. Denílson

Links para esta postagem
Como recentemente troquei o futebol pelo tênis nas minhas horas vagas, nada melhor do que esse emblemático comercial para ser lembrado em nossa nostálgica seção. E quem não se lembra do duelo entre Guga Kuerten e o marrento do Denílson numa quadra de saibro? Veiculado em 1997, o comercial da Pepsi marcou muito a geração que começou a gostar do esporte de André Agassi e cia. Gustavo Kuerten e o então jogador do São Paulo, Denílson, ambos no auge de suas carreiras, protagonizaram uma divertidíssima propaganda recheada de "brasileirismo" - se é que posso chamar assim - e muito bom humor.

Criado pela Almap/BBDO e produzido pela O2 Filmes, o filme foi dirigido por Fernando Meirelles. O legal é que depois de ter sido filmado cada jogador separadamente, Meirelles os reuniu e, percebendo a naturalidade da cena, deixou a câmera ligada enquanto os dois continuavam a brigar/brincar. A técnica não é nova, e gera essa naturalidade no diálogo de não-atores. Certa vez Washington Olivetto disse que um craque moderno deve ser bom no seu esporte e também na atuação diante das câmeras. Concordo com ele.

Segundo o site Tela Viva, para chegar ao resultado que conhecemos, produtora e agência fizeram um mapeamento completo dos movimentos a serem realizados. "Seria muito difícil fazer o Denílson jogar com uma bola de tênis", explica a assistente Valéria de Barros. Os movimentos da bolinha foram feitos no Flint da casa. Em uma das cenas, a câmera vê a perspectiva da bolinha, que se move em direção ao jogador. Para realizar essa cena, uma bolinha foi fixada com fio de náilon em frente à câmera, presa a uma grua. A bola permanece em foco e a manobra simula um movimento.

O último cabeceio de Denílson e o chute de bicicleta precisaram de uma "forcinha" na pós-produção, com a aplicação da bolinha. Para dar o peixinho, Denílson, ou melhor, um dublê deslizou sobre um skate. O jogador aparece apenas no take final, já no chão, cabeceando. "Apesar de termos uma ideia bem clara quanto ao filme, considerávamos difícil de realizá-lo, porque tinha um ritmo de esporte. Mas a principal realização do diretor foi a de deixar os dois jogadores tão à vontade. Sem serem atores, mostraram uma interpretação leve e natural", elogiou Marcelo Serpa.



Fontes: Tela Viva e Vintage

segunda-feira, 23 de março de 2009

Mais polêmico do que criativo | 20

Links para esta postagem
Para quem passeia por esse blog a pouco tempo, talvez não tenha percebido que temos uma categoria de posts destinada a propagandas que foram rejeitadas e/ou hostilizadas. Me refiro aos anúncios “mais polêmicos do que criativos”. Mensalmente nas bancas, ou melhor, no blog, um novo comentário vem a tona por esse que vos digita.

O objetivo desse hábito de divulgar trabalhos polêmicos é mostrar que a publicidade é uma ferramenta poderosíssima – e quando usada para o mau, gera efeitos indigestos. O assunto é amplo e cabe muitos pontos de vista, eu sei, mas há também os casos em que a polêmica é proposital. Tomo muito cuidado para não cair nessas pegadinhas de vez em quando. Nem sempre consigo.

Há algum tempo o site www.no2id.net veiculou esse anúncio com o então Primeiro-Ministro da Inglaterra Tony Blair. A peça é uma referência às tatuagens numeradas que Hitler ordenou que fizessem nos judeus durante o Holocausto Nazista. No texto lê-se algo como: “Cartões de identificação funcionaram bem na Europa antigamente.”

Free Image Hosting

sábado, 21 de março de 2009

sexta-feira, 20 de março de 2009

Nada se cria | 81

Links para esta postagem
Free Image Hosting
Selton Insecticide
Agência: DDB Advertising
País: Uruguai
Ano: 2005

Free Image Hosting
Kwik Insecticide
Agência: Fortune Promoseven Dubaï
País: Emirados Árabes Unidos
Ano: 2009

Relaxe

Links para esta postagem
Mais uma bela mídia que adotou um simples adesivo para vender com maestria o benefício do produto. Lembra da Air Lounge publicado aqui recentemente? (reveja) Quem criou foi a agência Fields (DF) para o Revitá Centro Estético. No texto lê-se: Relaxe com nosso Sheatsu.

Free Image Hosting

terça-feira, 17 de março de 2009

Orange. Se enviar mensagem, não dirija.

Links para esta postagem
Bela peça da Orange para alertar os motoristas sobre o perigo de enviar mensagens SMS enquanto dirigem. No minúsculo texto lê-se algo como: "Enviar mensagens de texto enquanto dirige o impede de ver o que realmente importa". A criação é da Shalmor Avnon Amichay/ Y&R Tel-Aviv, de Israel.

Free Image Hosting

segunda-feira, 16 de março de 2009

As respostas da maçã

Links para esta postagem
Eu estava na expectativa para ver a retaliação da Apple dos fãs da Apple sobre o polêmico vídeo da amora estraçalhando a maçã (reveja aqui). Pois a resposta veio em dose dupla, com a mesma simplicidade e bom-humor adequado ao meio. Confira.


:: Vídeo 1


:: Vídeo 2

As aventuras de Mário, o publicitário

Links para esta postagem

sexta-feira, 13 de março de 2009

Fiat. Se beber, não dirija.

Links para esta postagem
Mais um belo exemplo de marketing direto. Criada pela Giovanni + DRAFTFCB para a Fiat, a ação em bares e restaurantes de São Paulo distribuiu chaves alteradas para representar a visão do motorista depois de beber. Não consegui identificar o que está escrito na caixa vermelha, mas o recado acaba sendo sempre o mesmo: Se beber, não dirija.

Free Image Hosting
Fonte: CCSP

Nada se cria | 80

Links para esta postagem
Free Image Hosting
Mercedes CL-Class
Agência: Young & Rubicam
País: Israel
Ano: 2006

Free Image Hosting
Volkswagen Scirocco
Agência: DDB Gulf
País: Emirados Árabes Unidos
Ano: 2009

quinta-feira, 12 de março de 2009

Intersena. É possível.

Links para esta postagem
Propagandas de loterias são sempre convites a boas abordagens, e esses anúncios da Intersena criados pela DM9DDB não são diferentes. Normalmente falar em probabilidade desanima qualquer apostador - o que deveria torna-se uma regra em anúncios desse segmento - a menos, é claro, que se compare as chances de tirar a sorte grande com acontecimentos bem menos prováveis.

Pena que algumas agências ainda não entenderam que quando seus trabalhos se destacam, eles ganham vida na Internet 2.0, e consequentemente, o corpo do texto dos layouts deveriam ser compatíveis com tal mídia.

:: Clique nas imagens para ampliar.

Free Image Hosting
:: Medalha

Free Image Hosting
:: Obama

Free Image Hosting
:: Banco

quarta-feira, 11 de março de 2009

TIM. Slogans sem fronteiras.

Links para esta postagem
Estreou ontem a noite (10/03/09) a nova campanha institucional da TIM. Criada pela sempre criativa Neogama/BBH, as peças dão uma aula da importância de um bom posicionamento em um mercado tão competitivo como o de telefonia móvel. Ainda que o apelo seja batidão, "Mente sem fronteiras" reforça um slogan de extremo sucesso que foi atualizado para: Você sem fronteiras - já consigo ver milhares de profiles nos Orkuts da vida adotando a nova frase para se auto-definirem.

Atitude é a palavra-chave no filme, temperado com a nova forma de se encarar os fatos, a campanha é mais uma daquelas de encher os olhos. Segundo os criadores, o objetivo é destacar-se das demais operadoras ao aumentar sua aproximação com o público e traduzir tecnologia em produtos habilitantes.

Já falei isso aqui, mas não custa reforçar. Informações tonaram-se voláteis, por isso a propaganda precisa acompanhar essa tendência. Não consigo imaginar nada mais próximo do ideal para esse cenário do que uma campanha como essa da TIM. O Portal da Propaganda classificou de sociedade líquida, na qual predomina uma mobilização social focada na mudança de hábitos e pensamentos e na destruição de barreiras psicológicas e sociais. Resumindo, é um filme que nos faz pensar.

O comercial aborda com maestria fatos que marcaram época recentemente, como a eleição de um presidente negro nos Estados Unidos e transmissões on-line de sermões religiosos. A frase final também é ótima: "Toda banda-larga será inútil se a mente for estreita". "Mais que uma campanha, criamos um percurso para a marca TIM em sintonia com a estratégia da empresa e com a tendência de queda de barreiras de comportamento social, tabus e tudo o mais que a era da comunicação está modificando", pontua o presidente da Neogama/BBH, Alexandre Gama.


Fonte: Portal da Propaganda

As aventuras de Mário, o publicitário

Links para esta postagem

terça-feira, 10 de março de 2009

Novo viral com Hamilton

Links para esta postagem
Raramente publico virais, mas esse é impossível deixar de fora. Num inteligentíssimo esforço de comunicação, a Vodafone - principal patrocinadora da equipe McLaren - divulgou hoje de manhã esse vídeo onde um carro de fórmula 1 é pilotado via bluetooth por um celular da marca. O filme começa com uma brincadeira de escritório e termina na pista com o atual campeão mundial da categoria acelerando 900 cavalos de potência através do celular. O que posso dizer sobre isso? Genial!

segunda-feira, 9 de março de 2009

Propagandas que embalaram minha infância: Caminhões da Coca-Cola

Links para esta postagem
É fato. O Papai Noel é vermelho por causa da Coca-Cola. Digamos que o mais sazonal e onipresente símbolo do Natal é, depois de Jesus Cristo, o bom velhinho com seus trajes rubros bebendo sua Coca. Tenho que destacar que trata-se de uma das mais eficientes campanhas de marketing da história. Você até pode acrescentar falando de oportunismo, mas é inegável que o efeito que a marca conseguiu associando seu produto a essa nobre data é algo sem precedentes na publicidade.

Criado em 1931 pelo ilustrador estadunidense Haddon Sundblom, o velhinho gordinho, simpático e com sua longa barba branca tornou-se um mito. De lá para cá, Natal sem Coca-Cola simplesmente não é Natal. E o que dizer dos caminhões da Coca-Cola nesse meio tempo?

É esse comercial que marcou não só a minha, mas a infância de muitos da minha geração. “…O natal vem vindo, vem vindo o Natal… ” Quantas cidades não pararam ao receber aqueles caminhões imitando o comercial abaixo? Muitos ainda associam a tal magia do Natal à esse filme que foi ao ar em meados dos anos 90. Ah sim, e é mesmo verdade! Antes da Coca o Papai Noel era azul.

sexta-feira, 6 de março de 2009

quinta-feira, 5 de março de 2009

Nada se cria | 79

Links para esta postagem
Mais um Nada se cria para incluirmos na categoria "Impressionantes."

Air France
Agência: Euro RSCG BETC
País: França
Ano: 2006


Celio
Agência: Optimum
País: Israel
Ano: 2007

quarta-feira, 4 de março de 2009

Caneta nível da Tecnisa

Links para esta postagem
A age. comunicações criou essa bela mala-direta para a construtora e incorporadora Tecnisa. Quem é do mercado imobiliário - ou está antenado nele - sabe que o maior patrimônio de uma construtora é a credibilidade de entregar suas obras no prazo e com qualidade. A peça em forma de caneta nível sugere, de forma criativa, que a empresa se comprometerá desde a assinatura do contrato até a entrega das chaves ao futuro morador. No texto lê-se: "Com este instrumento, você assina o contrato e ainda assegura a qualidade da obra."

Image Hosted by ImageShack.us

terça-feira, 3 de março de 2009

Artigo no jornal Diário de Cuiabá

Links para esta postagem
O blogueiro que vos fala foi citado na edição de hoje (03/03/09) do jornal Diário de Cuiabá. O artigo "Preparo para o inevitável", do articulista Onofre Ribeiro, é uma análise sobre a crise econômica mundial.
:: Clique na imagem para ampliar.
Image Hosted by ImageShack.us

Zootropo | Sony Bravia com Kaká

Links para esta postagem
Criado pela agência Fallon Londres, o comercial da Sony Bravia é estrelado pelo jogador brasileiro Kaká. O objetivo do filme é divulgar a a chegada do sistema MotionFlow à linha Bravia, que melhora consideravelmente a resolução de imagem dos televisores.

Produzido em dezembro de 2008, o vídeo é a sequência da trilogia “Colour like no other” (composta por Balls, Paint e Play Doh). A Sony lançou também um site com algumas informações sobre a campanha.

Zootropo vem do grego zoe (vida) e trope (girar). É uma máquina estroboscópica criada em 1834 por William George Horner, composta por um tambor circular com cortes, através dos quais o espectador olha para que os desenhos dispostos em tiras sobre o tambor, ao girar, pareçam em movimento, como em um filme.



Fonte: CCSP

segunda-feira, 2 de março de 2009

Amora vs. Maçã

Links para esta postagem
Uma amora atravassa como um tiro a imponente maçã. Você já viu esse filme? Certamente sim, já que o vídeo está bombando na blogosfera, mas quero citá-lo para acrescentar dizendo que trata-se de um ótimo exemplo do uso consciente de recursos gráficos na composição de filmes publicitários. O vídeo - apesar de não ser um comercial oficial - é uma clara ofensiva contra a Apple e seu popular iPhone. Criado pelo estúdio Guava, de Nova Iorque, o apelo de falar sobre pioneirismo, principalmente nesse competitivo segmento, deu ao BlackBerry uma certa vantagem - na minha visão.

Para quem não sabe, o BlackBerry é um celular da Research in Motion, que possui funções de editor de textos, acesso à Internet, e-mail e tecnologia IPv6. É simplesmente o aparelho que deu origem à categoria dos smartphones. Já a resposta dos seguidores de Steve Jobs é tão fantástica quanto bem-humorada: mesmo com essa velocidade, uma amora não conseguiria atravessar a maçã, a menos que o vídeo tenha sido feito com um software da Apple.


Fonte: Briefblog

domingo, 1 de março de 2009