segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Uma mijada inconveniente

Free Image Hosting
É curioso a quantidade de ideias absurdas que surgem para “proteger” o planeta (as aspas no nobre verbo são devido à falta de coerência com que as pessoas se referem ao assunto). Vou substituí-lo então por uma palavra mais apropriada: postergar. Sim, de que adianta o cidadão pintar o telhado da sua casa de branco, colocar o lixo nos lugares certos e calibrar os pneus do carro para não consumir mais combustível se ele compra produtos que arregaçam a atmosfera para serem produzidos.

Detesto quando vejo campanhas idiotas como essa. Faça xixi no banho para não dar uma descarga a toa. (Não acredita? Então veja com seus próprios olhos: clique aqui). Poupe meu tempo por favor - e o pior é que tem gente que acredita nessa bobagem. Ou então, vem o Google com toda a sua genialidade e coloca sua página principal toda preta para dizer que assim seu monitor consumirá menos energia do mundo. É muita falta do que fazer, é muita cretinice. A tendência é que quanto mais polêmica a situação se torne, mais adeptos às ideias tolas apareçam.

As empresas mandam você ter hábitos ecologicamente responsáveis para elas ganharem alguma coisa com isso, para venderem mais e para manterem suas respectivas imagens bem cotadas nas bolsas de valores. Ou você acha que o Al Gore está preocupado com aquela verdade inconveniente? Você acha que trata-se de uma verdade realmente inconveniente? Você acha mesmo que o Obama é a salvação desse mundo que se fode todos os dias? Como li por ai, Obama nada mais é do que Bush com vaselina.

Anote isso no bloco de notas do seu computador pessoal (ou Macintosh) e salve num lugar onde algum buscador possa encontrar depois: logo uma nova moda ganhará espaço nessa nossa pequena aldeia e tudo voltará a ser como antes. O Hammer voltará a ser vendido, pessoas voltarão a fumar por necessidade de status, ninguém se surpreenderá mais com a velocidade das informações e até aqueles blogueiros desocupados não conseguirão mais alguma notoriedade. É tudo cíclico meu caro, tudo cíclico.

8 comentários:

Guto Amorim disse...

Luciano,

Não concordo tanto com a sua posição. Há um tempo atrás pensava assim. Penso que as pessoas realmente gostam de finjir que protegem o meio ambiente, e que elas deveriam mudar, mas não vão. Porque é muito radical, é uma mudança abrupta. Só quem realmente quer muda assim. Acredito que essas campanhas, aos poucos estão mudando as pessoas. Sim, "elas"(nós) ainda são vilãs do planeta, mas talvez isso pode fazer uma diferença. É cool ser protetor do planeta? Então que sejam, mesmo não querendo ser.

Não acredito em nenhuma campanha de produto metido a "ecologicamente correto", do mesmo jeito que sei que reciclar não é a solução, mas é um início de mudança. Eu não vou deixar de comer carne amanhã, mas vez ou outra posso ir recusando um bife, até me acostumar com a idéia de que posso viver sem que animais morram e sejam maltratados para isso.

É muito bacana ter um cachorro em casa, que lindo. Mas ninguém tá nem ai pra "vaquinha" tomando choque e morrendo a paulada na cabeça.

O mundo não vai mudar de uma hora pra outra, mas aos poucos nós vamos aprendendo a salvá-lo. Se haverá tempo, não sei. Podemos tentar.

abraço

ismael disse...

Bom adoro seu blog, mas também não concordo com seu ponto de vista em relação a isso, acho que se cada um pensar ao contrário do que voce descreveu ai certamente um dia o mundo terá jeito, mas se todos tomarmos a posição COMODA de achar que não adianta fazer nada porque nada nunca irá mudar, realmente não mudará, ou melhor, vai PIORAR a cada dia, quanto a campanha do xixi no banho, bom, sou fã, também, dos trampos da F NAZCA acho que os cara matam a pau, e a campanha ficou da hora, acho interessante, desmistifica muita coisa. Agora sobre as mudanças, novamente existe a estória do Menino e as Estrelas do mar, uma dica ai pra quem nunca a viu, que a veja :) valeu ai, e pra controle, sou viciado no LOUCO NAO PUBLICITARIO adoro os cometários e acompanho todos os dias, trabalho em agência de publicidade também e geralmente tem coisas muito interessantes e importantes postadas ai.


um abraço.
Ismael Azambuja

kArEn disse...

Tbm não concordo 100% com essa opinião.
Afinal... qnt mais você puder fazer, não pra melhorar, mas para prevenir, é melhor.
É claro que isso não resolve isoladamente, são necessárias medidas muito maiores, mas sempre ajuda.

Thiago Peixoto disse...

É meu amigo, não deixo de reconhecer que você fala algumas verdades porém discordo na maioria do post.

Sei que nem tudo que as empresas fazem é para salvar o planeta. 90% fazem por pura ação de marketing mas, de qualquer forma acredito que se eu não jogar papel no chão contribuo sim para um mundo melhor. Não sou tão pessimista.

Fotografo disse...

cara... assino seu blog e particularmente gosto dele... porém acho sua posição um pouco equivocada nesse post...
acontece que na realidade nesse caso não importa se vc está ajudando alguém em sua auto promoção, o que realmente importa é se vc têm consciência o bastante para aceitar e passar uma mensagem adiante que ajude em alguma coisa no mundo, não importa como, vc pelo menos estaria fazendo a sua parte... Al Gore podia estar sendo somente a favor de um marketing pessoal... até demagogo mas ele passou informações que tocou e conscientizou muitas pessoas... ele fez a parte dele e foi muito boa a posição que ele tomou...
faça a sua parte também cara... faz bem para o mundo, faz bem para você, faz bem para todos...

Luciano Marino disse...

Fotografo, que fique claro uma coisa, eu faço minha parte sim, talvez até acima da média. Não estou pedindo para as pessoas não se importarem com a quantidade de água que usam para dar descarga ou lavar a calçada, esse não é o cerne da questão. Estou apenas lembrando da forma banal como isso é usado para argumentar as vendas. Não consigo aceitar a maneira como esse assunto é usado para enganar pessoas bem intencionadas. Apenas isso.
abs

Pádua Sampaio disse...

Você está absolutamente certo. Eles fazem as cagadas onde querem e depois querem mandar até no meu xixi. Ah, vão, se $%&%$. E ainda tem retardado que cai nessa conversa mole.

Anônimo disse...

Luciano:
Concordo contigo em gênero e número.
Como arquiteto que sou devo salientar que pintar o telhado de branco só vai prejudicar o aquecimento global, pois a energia térmica, proveniente dos raios solares, será irradiada do telhado para o ar, contribuindo para o efeito estufa.
Quem faz xixi no chuveiro, além de "porco" é "burro", pois a urina fica retida no ralo do chuveiro gerando odor forte no ambiente. Para rebater o odor o porco/burro usa aerozol desodorizante, pior ainda para o meio ambiente.
Para os ecochatos mais insipientes, o boi não é morto a pauladas pois o stress estraga a carne.
Abraço ao amigo Luciano
Higor Oliveira