segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Um apelo velho na nova campanha da Nova Schin

Estreia nesta terça (12/jan) o "novo" conceito da Nova Schin, e daqui a pouco eu explico a razão das aspas. Criado pela agência Euro RSCG, o comercial compõe a nova campanha da marca que traz um apelo já visto em outros carnavais. “Um Cervejão” tem o objetivo de posicionar a Nova Schin ressaltando a qualidade da cerveja com o uso do aumentativo “ÃO”. “Quando você ia ao bar era para assistir um jogão, ver um mulherão e tomar uma cervejinha. Agora, vai tomar um cervejão. Nosso novo conceito pode ser trabalhado de formas diversas, além da linguagem estar ligada diretamente aos costumes dos nossos consumidores”, explica o Diretor de Marketing do Grupo Schincariol, Luiz Claudio Taya.


Eu até ia catalogar este post no "Nada se cria", mas por algum motivo descabido resolvi apenas lembrar os leitores que o conceito da campanha da Cerveja Imperial é exatamente o mesmo. A diferença é que ao invés de "Cervejão", os comerciais tratam de "Cervejaça", - o que não deixa de ser a mesma coisa. Veja com seus próprios olhos nos três vídeos abaixo.







E se não for forçar demais a barra, temos ainda a já clássica campanha do Estadão, aquele jornal feito para pessoas que pensam "ÃO". Com assinatura da Talent, foi uma ideia usada na época para ajudar a promover a ideologia de quem tem atitude e ousadia.



Fonte: CCSP

Free Image Hosting

43 comentários:

Anônimo disse...

Adoro seu blog, e estou louco pra comecar a facu de publicidade. realmente acho que algumas ideias sao boas, se bem trabalhadas ficam melhor ainda!!!
Como foi esse o caso, o lance do Cervejao, com mulherao, jogao e ate o beba com moderacAO, foi mto bem utilizado... nao bebo essa cerveja mas que a ideia foi de tirar o chapeu, a isso eu nao tenho duvidas!!

Anônimo disse...

Você que está ai acusando a campanha dos outros, só uma pergunta: VOCE DEU ESSE FURO DE REPORTAGEM OU VOCE CHUPOU A MATERIA DO CCSP E MEIO E MENSAGEM? Não fale dos outros se você acabou de fazer a mesma coisa. Essa sua noticia não tem nada de original. Foi CHUPADAAAAAAA.

Luciano Marino disse...

Saiu no Meio e Mensagem??? Putz, só vi no CCSP, por isso disponibilizei o link da fonte.
Quanto a originalidade da notícia, sugiro que encontre outro site que tenha comentado sobre a semelhança entre essas três campanhas e eu concordarei com vc.
Abs

Anônimo disse...

Pessoal.
A ideia não é original, qdo deveria.
A notícia é uma divulgação de algo que está no ar e por isso não recrimino o nosso Luciano.
Agora, voltando pra campanha: o superlativo como forma de engrandecer uma marca é velho. Já foi usado, com o Cervejaça, Cervejão, Geladaça, Jornalzão, o que seja.
Ruim, como a qualidade da cerveja.
Cheers!

ismael disse...

Campanha da Schin é tão original quanto o gosto de sua cerveja.

Anônimo disse...

Concordo que o conceito não é original. Mas o filme da schin é sem sombra de dúvida bem melhor que os da outra cerveja...

Anônimo disse...

N_unca vi tão fraco
O_nde está a criatividade?
V_ai ser mala assim lá longe
A_inda que nunca estivesse perto

S_oa velho, um deja`vu
C_aganeira deve dar
H_orrível é o sabor
I_nglória a tentativa
N_um quero nem pensar em provar

=)

Anônimo disse...

Nada mais justo acontecer oq está acontecendo.

Primeiro, colocaram um "presidente" que veio de lugar nenhum só pq era "brother" de alguém, ai ele chamou um "diretor de criação" incompetente que tbm é "brother", pra criar prum "cliente" que escolheu a "agência" pq é "brother" do "presidente". Ou seja: Nova Schin: a "cerveja" de quem é, brother, camaradão mesmo.

Hein? disse...

A maioria dos que postaram esses comentários com certezas são aqles q se perguntam: Putz, pq eu n pensei nisso antes...
A idéia pode não ser original, mas o desenrolar da campanha sim! Eu gostei, apesar de achar essas campanhas de cervejas apelativas por demasiado...

E quanto ao seu blog Luciano... meus parabéns!

Fernando Sousa
fernando.sousa.paula@gmail.com

Anônimo disse...

Esse blog tb é uma copia.

Luciano Marino disse...

Cópia mesmo. Copio descaradamente tudo o que tem dentro da minha cabeça.

Anônimo disse...

Anônimo do "brother",

Será que vc é camaradão do Justão? Ou é covardão e nem tem nomão pra fazer uma critica desse tamanhão e não dar o seu nomão???

Anônimo disse...

Ao anônimo que explicou dos brothers...

Conselho: melhor ficar brother desses caras hein.. Bom ou ruim, velho ou não, é lá que a coisa está acontecendo hein!

E mais, quanta ingenuidade achar que propaganda não é feita de brothers, com certeza você não conhece nada de propaganda.

Anônimo disse...

OK!
Mas, nossa mas como é ruim essa campanha da imperial hein. Terrivel.

Anônimo disse...

1. Garanto que a pessoa que falou de "brother" trabalha em uma agência onde tinha um "brother" que conhecia outro "brother".
2. Dar emprego pra "brother", tudo bem. Entregar uma conta de 150 milhões de reais pra uma agência só pq é "brother"?! Vai ser ingênuo assim lá na China! Hahahaha
3. Vamos falar sério. O que mais está incomodando a todos nós desse mercado é justamente aceitar que uma conta desse tamanho foi parar nas mãos de alguém que não é "brother" da turma, não é "estrela", não é premiado o suficiente pra justificar estar com uma conta dessas e nós não.

Anônimo disse...

Eu sou o cara que escreveu do Brother.

Não, não trabalho em agêncinha merreca.
Não, não sou brother do Justão, nem camaradão.
Não, não sou inexperiente.
Sim, tenho tempo o suficiente na propaganda pra saber que SIM, rolou "brodagem" SIM, mesmo se tratando de 150 milhões. Tem muita gente mordendo junto essa verbitcha.
Sim, a agência em questão é uma cascata de incompetentes. "From the botton to the top".
Sim, o DC é vulgar, extremamente presunçoso e arrogante.
Sim, eu sei que ele mesmo foi o autor do último comentário, se justificando que um contão, deste tamanhão, tá incomodando geralzão, pq não caiu no colo do panelão.
Bullshit. São apenas palavras mordazes que confirmam o pensamento tacanha e limitado do autor, no caso o DC ou seu capataz.
Sim, babacas tem porta-voz e capataz. ainda mais babacas q vieram de lugar nenhum.
Ter prêmio ou não, não muda nada. Alias, se o criador tivesse alguma noção ou prêmio que fosse, se frequentasse bons anuários ou tivesse um bom background do mercado, não teria cometido o, digamos assim, equívoco.
Então, caros leitores deste respeitoso blog: não se iludam. Afirmar que é lá que "está acontecendo" é uma grande piada. Tão ruim quanto o produto do cliente, que já mostrou não ter bom senso. 1- Por não descontinuar seu produto de péssimo sabor. 2- Escolher mal seus fornecedores.

Anônimo disse...

Gente, essa moça que escreveu isso tá muito brava, Que nervius, menina. Volta pro pão, carne louca.

Anônimo disse...

HAHAHAHAHAHAHHA, Que nervius. Foi ótimo. Aposto que esse mina teve um caso com o tal do DC, levou um pé na bunda e tá tentando se vingar do cara. Fica assim não, fia.

Anônimo disse...

Ratinho, nho!

Anônimo disse...

Calma, Beth, calma.

Anônimo disse...

1º - Não o dono do blog é de onde mesmo ? Goiânia ? Não querendo desmerecer o mercado de Goiânia, mas é muito fácil criticar alguma coisa de longe, não vive 1/10 do agressivo e ácido mercado publicitário de SP/RJ. Uma coisa é acompanhar as coisas pelo Bluebus, MM, etc .. outra é viver na pele histórias de bastidores que não são publicados nestes jornais / blogs. Senão a merda no ventilador iria ser muito maior. Ou seja, nosso mercado é PODRE e DESUNIDO !

2º - Acompanho a muito tempo o mercado cervejeiro e posso dizer que a Schincariol é uma das poucas que não escolhe uma agência só pq é brother de alguém. O Nizan sim é brother dos caras da ABImbev. A Schin é uma empresa familiar e, ao contrário do que muitos pensam é muito, muito profissional. Tanto que agência que não apresenta resultado cai fora.
A atual agencia soube aproveitar um momento frágil na relação anterior e deu o golpe de misericórdia. Oportunidade é diferente de ser Oportunista (que é o caso deste blog em querer trazer audiência do CCSP)

3º Como todo criativo sabe o mais dificil é achar o óbvio e isso a agência encontrou. Por isso agora os babacas de plantão ficam criticando a campanha com a clássica dor de cotovelo - pq não pensei nisso antes ???

4º Pessoas Incompetentes ?? A agência está entre as 15 maiores do pais. Como pessoas incompetentes conseguem isso ??

5º Prêmios ? Isso é desculpinha para criativo fazer campanha que não funciona. A campanha do Experimenta ganhou alguma porra de prêmio ?? Não ! Mas te digo uma coisa a campanha foi responsável de tirar a Schin de 8,6% para 13,4% de share e colocou a schin entre as maiores empresas de bebidas do país.

6º Chupada ? Cara, posso te citar dezenas de campanhas premiadas que foram "chupadas". No processo criativo, vcs sabem disso, podem ocorrer semelhanças. E, cá entre nós, quem já tinha visto esta campanha de Imperial ???

7º Qualidade da cerveja: Vcs viram o comercial da Kaiser ? Pois é ... empate técnico. Sabe pq ? pq as cervejas tem uma diferença tão pequena entre elas, que é quase imperceptivel. Água ?? ptsss ela é tão filtrada, desmeneralizada e passa por tantos processos que sempre igual. Malte ? Lúpulo ? O brasil importa tudo dos mesmos produtores !!
Fica a dica: faça um teste cego, meu amigo e vc vai se surpreender. Nós tomamos rótulo !!

Então, meus colegas, em vez de ficarmos discutindo estas asneiras, pq não nos unimos para tentar fazer o nosso mercado melhor??

Anônimo disse...

Peraí, essa discussão toda é porque vocês ficaram chocados com o fato da Euro, a agência que tem nos brindado com as "brilhantes" campanhas de SBP, Vanish, Bom Ar, Dr Scholl, Yazigi e outras maravilhas do gênero, estar fazendo uma campanha fraquíssima pra Nova Schin?
Huahahahahahaha! Vão plantar batata! Os caras são ruins e assumem, pelo menos esse diretor de criação foi macho e não colocou outros na roubada de ter que criar uma atrocidade dessas.

Luciano Marino disse...

Anônimo das 2:13 PM

Conte para os interioranos miseráveis, famintos por integração e desprovidos de sabedoria, como é ser o grande dono da verdade.

Anônimo disse...

"Conte para os interioranos miseráveis, famintos por integração e desprovidos de sabedoria, como é ser o grande dono da verdade."

Mas foi exatamente isso que ele fez.

Luciano Marino disse...

O pior da Internet é o internauta. Ainda bem que existem as exceções. De qualquer forma, comentários moderados.

Maicom disse...

24 horas num dia, 24 cervejas na caixa. Coincidência?

Leonardo disse...

Crianças, vocês tentaram e falharam miseravelmente. A lição que vocês podem tirar disso é: não tentem jamais.

Homer Simpson

Anônimo disse...

De fato as duas são muuuuuuiiito parecidas. Mas essa da Imperial passou batidAÇA. Ja essa coisa de Cervejão, carrão, Mulherão, já tô vendo algumas pessoas brincando com isso. Coisas da propaganda.

Anônimo disse...

Cara, isso é sério mesmo. Já vi no twitter mais de um post brincando com cervejão e outros "ãos". Isso pega. Lembro também que quando a Brahma lançou a nº 1, teve muita gente que desceu o cacete, que era velho, bobo, que a nº1 de verdade era a Bohemia e outras bobagens do tipo. Depois que a porra pegou todo mundo falava e o nº 1 virou um conceitão (ops)

Anônimo disse...

Também já vi vários comentários no twitter, tipo esse: "Gostaria de metralhar todos os atores da propaganda da Nova Schin... aquela do cervejão! Só por isso nunca vou tomar este lixo!"
Tá lá, é só dar um search em cervejão. E tem muito mais.
Chamar o consumidor de burro e fingir que todo mundo acha a Nova Schin ótima dá nisso mesmo.

Anônimo disse...

Desculpa, não disse que a Nova Schin é ótima. Disse que o bordão começou a pegar APESAR da cerveja e do comercial. Pessoas falando mal da cerveja tem aos montes. Pessoas falando mal do filme tb. Isso é uma coisa. É um produto com grande rejeição no mercado. Pouca gente se sente à vontade pra chegar num bar, na frente dos amigos, e pedir Kaiser ou Schin. É uma coisa quase adolescente, de autoafirmação no grupo mesmo. Mas, rancores e agressividade de lado - pq já ficou claro que tem muito rancor por trás dos comentários postados aqui, nem me interessa o motivo - somos inteligentes o suficiente pra separar as coisas e ver que essa porcaria de "ão" é simples, direto e fácil o bastante pra cair na boca do povo fácil, fácil. Principalmente para um grande público que não vê os comerciais com os olhos de publicitário apaixonado por prêmios, (prêmios que, me parece, não são e nem nunca foram a intenção desse filme). Já criar um bordão pra cair na boca do povão pra aumentar o share, olha...

Anônimo disse...

Fazemos assim: Luciano, você que claramente quis aparecer com esse blog (sem ofender), coloque aqui quando surgirem, os resultados da campanha, seus números e se a campanha foi um sucesso ou não. Veremos quem está certo. Porque ao que me parece o pessoal está muito rancoroso e esquecendo de analisar pela ótica do consumidor certo, essa campanha não é feita para blogueiros nem publicitariozinhos, se essas pessoas gostarem da campanha é porque está tudo errado mesmo. Temos que ver pela ótica do público alvo e ver como estes aceitarão a campanha.

Anônimo disse...

ponto final.

Anônimo disse...

Lamento informar aos queridos amigos publicitários que em campanhas desse tipo nossa opnião e gosto pessoal não tem a menor importância no resultado final da equação. Não devemos nos superestimar, um pouco de humildade faz bem. A obviedade certeira desse conceito (e espero que seja uma campanha longa e não uma peça isolada, porque aí nada funciona mesmo) é de matar qualquer profissional sério de inveja. Confesso que gostaria de ter criado o "cervejão", mesmo vendo o pessoal da Euro levar tanta porrada dos seus próprios colegas. Aos que ainda acham que a principal função da propaganda é ganhar prêmios, não percam mais tempo, esse filme não é para vocês. Já os que gostam realmente de propaganda, sugiro que saiam da frente do computador e escutem o que se fala nas ruas. Ouçam o motorista de taxi, o caixa do banco, o pessoal no boteco. Não percam essa chance de observar de perto um fenômeno cada vez mais raro por aqui: um comercial de TV se tornar assunto e tomar de assalto a vida, o jeito de falar e o dia-a-dia das pessoas de um país inteiro. Há quanto tempo não vemos isso acontecer? Desde os mamíferos da Parmalat? Desde o Tio Sukita? Desde o "massacrado e abominável" comercial de Assolan? Ah, sim. Desde que ganhar prêmios se tornou mais importante para os criativos do que vender. Sinceramente, torço muito para que o Cervejão caia na boca do povo. Para o bem da nossa tão desgastada e mal vista profissão.

Anônimo disse...

a discussão aqui tá ótima !!!
Alias, vcs já viram os comerciais novos de Nova Schin.

Anônimo disse...

Pq que a gente não discute sobre campanhas boas como esta aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=_Iqf7w9jxXY&feature=player_embedded

Anônimo disse...

Eu também critiquei o filme do cervejão, aqui nesse site inclusive (várias vezes kkkkkk). Mas tenho que reconhecer: o filme novo dos caras é do caralho. Putz! FILMÃO! http://ccsp.com.br/ultimas/pop_videos.php?video=nova_schin_poquer.mov

Anônimo disse...

Peço ao dono do blog para que me responda =)

Só eu que notei ou o correto é "cervejona"?

Anônimo disse...

Você está certo, é cervejona. Aliás, de agora em diante, quando seu time jogar bem, diga que ele está jogando uma "bolona". E se passar uma mulher muito gostosa, diga que é uma "mulherona", sua "antona"!

Anônimo disse...

Ô pessoal da Euro, tá faltando job aí?! rs

Anônimo disse...

Tem mais algo em comum entre Imperial e Nova Schin: as duas são ruins pacarái.

Anônimo disse...

Luciano, não se deixe intimidar. Quem "cria" usando ideias dos outros tem que escutar mesmo. O povão não vai saber, mas o cliente pode ficar mais esperto com um trabalho meia-boca. Quer dizer que como saiu de Goiânia e ninguém viu então ok? Essa teoria justifica muito dos filmes veiculados fora do país e chupados descaradamente pelos "criadores"locais. E a teoria de que todo mundo chupa. Parece justificativa de político que rouba. Vá em frente, Luciano.

MAGDA VIRGINIA disse...

Aki...
Ser[á que a alguém pode informar quem são os atores dos comerciais do cervejÃO???