quarta-feira, 19 de maio de 2010

Mais polêmico do que criativo | 33

Mais um comercial brasileiro que saiu do ar na base da força - diferentemente do que aconteceu com o vídeo institucional dos 45 anos da Globo. Desta vez foi o vídeo da Tigre - "Dança da Gambiarra" - que segue a fórmula da excelente campanha "Quem não sabe dança". A Justiça proibiu a veiculação do comercial através de ação movida pela Indústria Moratori de Juiz de Fora. No site da Tigre é possível assistir aos demais comerciais da série - http://www.tigre.com.br

Abaixo o release que recebi com os esclarecimentos sobre as motivações que levaram a Indústria Moratori a pedir a retirada do comercial do ar.

"A Tigre, conhecida por alguns de seus comerciais irreverentes e cheios de humor, está proibida de manter a veiculação de seu comercial “Dança da Gambiarra” por utilizar de produto concorrente como sinônimo de má qualidade e capaz de colocar em risco a vida de seus consumidores.

No comercial proibido, aparece um quadro de distribuição elétrica em curto-circuito, e o produto assemelha-se em formato, cor e logomarca com os quadros de distribuição elétrica produzidos pela Indústria Metalúrgica Moratori de Juiz de Fora, Minas Gerais. Como consta na ação judicial impetrada pela Moratori, “não permite a Lei, que a propaganda ao engrandecer uma empresa e seu produto, passe a denegrir a imagem e reputação da empresa concorrente”.

Em face disto, a Indústria Moratori entrou com medida cautelar visando a proibição do comercial e, no dia 28 de abril de 2010, a Juíza Maria Lúcia Cabral Caruso, emitiu liminar proibindo a veiculação do comercial “Dança da Gambiarra” da Tigre em qualquer meio, sob pena de multa diária.

A Juíza entendeu que pelos documentos apresentados nos autos do processo, existe forte semelhança entre o quadro de energia que aparece na propaganda com a logomarca da Moratori. E ainda, relatou não haver dúvida de que o quadro que nela aparece é causador de risco ao consumidor, “além de eventuais danos materiais devido a má qualidade do produto ali enfocado, colocando a requerida em lugar diametralmente oposto, vale dizer, ao recomendável, ao de boa qualidade, etc”.

A Indústria Moratori lamenta o ocorrido. Em seus 33 anos de mercado não houve ocorrência de danos materiais ou físicos a consumidores pela utilização de seus produtos, que inclusive, são reconhecidos pela qualidade, segurança e respeito ao meio ambiente."



Image and video hosting by TinyPic

1 comentários:

BrunaMia disse...

Realmente polêmico!
Eu entrei até no site da moratori para ver o quadro!
Então referente a proibição, realmente o quadro é igual, mas unica coisa é que não vi o logo da Moratori, já que eles alegam que tinha a logo no comercial...
Mas é engraçada a dança...rs