sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Guia dos Mochileiros das Galáxias

Links para esta postagem
(Imperdível) - Eu não me canso de me embasbacar com esses preços malucos do Submarino. Veja só essa coleção inteira do Guia dos Mochileiros das Galáxias por incríveis R$ 29,90. Cada livro sai por menos de 6 reais. Se preferir, você ainda pode parcelar em 2x de R$ 14,95.



Coleção Guia Mochileiro das Galáxias

5 Volumes

de R$ 99,90
R$ 29,90
Ou 2x de R$ 14,95

:: Clique aqui para comprar (enquanto é tempo).

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Skol | Se beber não cante

Links para esta postagem
(Fujam para as montanhas) - E enquanto o pau quebra no Rio de Janeiro, os sertanejos quebram tudo no Youtube, o vídeo abaixo da Skol divulga o Youtube Sertanejo Live. Pelo que entendi, trata-se de um show que vai ser transmitido ao vivo pelo YouTube para todo o Brasil. Bem coisa de nerd, isso. Como eu não gosto de música sertaneja, prefiro não imaginar como vai ser este evento - na verdade, nem sei porque estou postando isso. De qualquer forma, se você gosta dessas coisas acesse este link aqui, ó e saiba mais. Good luck!


::Vi no sempre excelente Testosterona

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

CAIXA retoma promoção Fatura Zero

Links para esta postagem
(Gostei) - Em campanha assinada pela Fischer+Fala! a CAIXA traz de volta a promoção Fatura Zero. Após o sucesso da primeira edição a ação sorteará por mês 100 usuários dos cartões de crédito para terem suas faturas totalmente zeradas. Com um roteiro simples e bem-humorado, a campanha apresenta o mote “Com os cartões de crédito Caixa suas compras podem custar zero”. Para dar forma a esse conceito, a agência criou situações em que o zero é celebrado nos momentos mais diversos e inusitados, como na cobrança do pai no boletim escolar do filho. O número que é normalmente associado ao que não tem valor, aqui ganha o status de objeto de desejo. O único pecado é não terem criado mais filmes. A ideia é muito boa!


terça-feira, 23 de novembro de 2010

1000º post

Links para esta postagem


(Em ritmo... em ritmo de festa...) - Impressionante! Chegamos ao milésimo post. Meus amigos, um blog que nasceu despretensiosamente em fevereiro de 2006 hoje orgulha-se de... de... de.... bem, orgulha-se de se comparar aos feitos de Pelé, Romário e quiçá, Túlio Maravilha. Nesta data comemorativa eu fiz umas compilações bestas e o resultado é esse aí de baixo - uma super retrospectiva dos melhores posts das nossas principais categorias. Tudo baseado na opinião do diretor-presidente-executivo do blog, no caso, eu.

Confesso que a ideia inicial era sortear uma Lamborghini Gallardo, mas essas malditas taxas de importações estão pela hora da morte. Portanto contentem-se apenas com meus singelos agradecimentos a todos que fizeram parte destas dez centenas de bobagens. No 2000º (não sei como se fala isso) post eu prometo uma comemoração recheada de presentinhos.

Eis os 5 mais de cada categoria: (espero que gostem, porque isso deu um trabalho dos diabos).

:: Propagandas que embalaram minha infância
1º - Estrela
2º - Guaraná Antárctica
3º - Tortuguita
4º - Formiguinhas da Philco
5º - Passatempo

:: Nada se cria
1º - Jornal Diário do Aço vs. ANJ
2º - Revista Sexy vs. Revista FHM
3º - Selton vs. Kwik
4º - Premiere vs. Carlsberg Beer
5º - Air France vs. Celio

:: Mais polêmico do que criativo
1º - Devassa
2º - WWF
3º - Anorexia
4º - Tubos e conexões Tigre
5º - LastMinuteTravel.com

:: Filme com publicitário
1º - Do que as mulheres gostam
2º - Se Eu Fosse Você
3º - Pacto Quebrado
4º - Kramer vs. Kramer
5º - O Ex-Namorado da Minha Mulher

:: As aventuras de Mário, o publicitário
1º - Empréstimo
2º - Pássaros migratórios
3º - Novo cliente
4º - Mudança de lugar
5º - Bloquinhos de anotação

:: Filmes
1º - Propaganda. Faz diferença
2º - Nike - Write the Future
3º - Itaú
4º - Parece mágica, mas é Sedex
5º - Volkswagen Jetta 2011

:: Impressos
1º - Crie com consciência
2º - Animal Peace: Crianças precisam dos pais
3º - Nissan
4º - TGV - Ligeirinho
5º - Diga não ao trabalho infantil

:: Leitura recomendada
1º - Administração em Publicidade
2º - Marketing Esportivo
3º - Marketing Pessoal
4º - Estratégias semióticas da publicidade
5º - O poder sugestivo da publicidade

Nada se cria | 146

Links para esta postagem

Mini - BMW
Agência: TBWA
País: Singapura
Ano: 2003


Ford Mustang Shelby Cobra
Agência: Y&Rubicam Toronto
País: Canadá
Ano: 2010

Fonte: Joe La Pompe

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

As aventuras de Mário, o publicitário

Links para esta postagem

Tudo Sobre Mulheres

Links para esta postagem
(Eu vou) - Foram mais de 80 produções brasileiras de até 25 minutos de duração, finalizadas a partir de 2007 e que de alguma forma abordam o universo feminino, que se inscreveram no 5º Tudo Sobre Mulheres – Festival de Cinema Feminino de Chapada dos Guimarães. A equipe de curadoria selecionou 23 obras, entre documentário e ficção.

Como já é de costume, o evento acontecerá em plena lua cheia, um atrativo a mais na bela e mística Chapada dos Guimarães. Para este ano, a data agendada é de 24 a 28 de novembro.

O nome Tudo Sobre Mulheres nasceu inspirado pelo filme Tudo Sobre Minha Mãe, de Pedro Almodóvar, cineasta que sabe como poucos retratar o universo das mulheres em sua filmografia.

O principal objetivo do evento é estimular a produção audiovisual que aborde a questão feminina, não importando o sexo dos realizadores. O Festival ainda contribui com a urgente necessidade de descentralização da produção cultural, ao sair do eixo Rio-São Paulo e levar o Tudo Sobre Mulheres para o interior do Brasil, Chapada dos Guimarães – patrimônio ambiental da humanidade.

:: Mais informações em: www.tudosobremulheres.com.br








Mais polêmico do que criativo | 40

Links para esta postagem
(Esses espanhóis são mesmo uns pervertidos) - Veja só essa bizarra propaganda do Partido Socialista da Catalunha divulgada pelo grupo Juventude Socialista. Alguém, em algum êxtase de ideias pensou: votar é um prazer, claro! O resultado é a revolta geral de políticos socialistas e de oposição na Espanha.

Para os opositores mais conservadores, como a candidata ao governo catalão Alicia Sánchez-Camacho o vídeo é uma clássica pouca vergonha. Ela o classificou como um “ataque à dignidade das mulheres". Para a ministra da Igualdade, a socialista Bibiana Aido, tudo não passa de propaganda enganosa. “Se fosse verdadeira, a participação eleitoral aumentaria muito, mas acho que estamos lidando com uma propaganda enganosa”, esbravejou. E finalmente, a ministra da Saúde, a também socialista Leire Pajin, exigiu que todos os partidos mostrassem mais respeito pelas mulheres.

Já para os mais liberais... bem, nesse caso teria que ouvir a opinião da Marta Suplicy. Mas tenho a impressão que ela mandaria todo mundo relaxar e gozar, literalmente.


Fonte: Ypisilon2

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Propagandas que embalaram minha infância: Kadett

Links para esta postagem
(Eu tentava imitar) - Sempre que pesquiso essas propagandas dos anos 1980-90 eu percebo que estou ficando realmente velho - até parece que foi ontem que vi o Cid Moreira noticiando o desaparecimento do helicóptero do Ulisses Guimarães. Naquela época eu jamais sonharia que me tornaria um maldito publicitário algum dia, na verdade eu nem sabia da existência dos publicitários, achava que as propagandas eram feitas pelas mesmas pessoas que faziam os produtos.

Este comercial do Chevrolet Kadett é especial, eu adorava, vivia tentando imitar - sem sucesso - a sequência sufocante de râ-râ-râ-râ-râ-râ-ráh.. (sem qualquer conotação homossexual, por favor). O ano era 1993, mais precisamente. Lembro que um primo meu dizia que era a voz do Luciano Pavarotti, meu xará. Mocorongo como era, eu acreditava. Só fui descobrir muito tempo depois que era um tal de Édson Cordeiro quem catava esse clássico da propaganda que tanto me agradava. Um completo canalha, esse meu primo.

Depois de tanto sucesso, lançaram o Kadett 95, e mantiveram a trilha no novo comercial (veja aqui). Lembro também, mas não foi tão marcante quanto o primeiro.

Ainda falando do carro, nessa minha fase gloríola de mocoronguiçes eu ouvi várias teorias sobre a origem do nome Kadette. A mais cabulosa dizia que o carro foi batizado por um gaúcho, que ao presenciar um teste do modelo do carro ficou impressionado com a velocidade. O automóvel havia passado tão rápido pela pista que ele o perdeu de vista, perguntando aos engenheiros ali presentes: Cadê, tchê? Já uma outra teoria dizia que o carro - também na fase de testes - sofreu um grave acidente, capotando várias vezes. Um sujeito que passava perto apenas exclamou embasbacado com a cena: Caceeeete! Teorias, apenas.


Leitura recomendada | Marketing Esportivo

Links para esta postagem
O título desta categoria de posts é "leitura recomendada", mas depois de ler Marketing Esportivo estou pensando seriamente em mudar para "leitura altamente recomendada". Não é exagero. O livro das autoras Melissa Johnson Morgan e Jane Summers mergulha no universo esportivo contemporâneo e apresenta uma abordagem absurdamente pertinente para qualquer profissional de comunicação. Não deixe de ler sob hipótese alguma, afinal de contas, o consumo esportivo tornou-se uma das funções de lazer mais difundidas da sociedade moderna. Ele invade todos os aspectos da vida humana e possui apelo mundial. Em outras palavras, o esporte não apenas funciona como parte de uma cultura, mas também contribui para moldá-la.

É até difícil transmitir num texto curto a real importância do esporte para algumas empresas, não há limites para os tipos de organizações que se envolvem no esporte como parte de sua estratégia de marketing. Quer um exemplo? A Lego. Uma empresa dinamarquesa de brinquedos que se juntou à tendência do marketing esportivo ao assinar um acordo com a Major League Soccer para lançar uma nova linha de produtos temáticos sobre o futebol.

Voltando ao livro, um dos pontos que mais me chamou a atenção é o fato do produto esportivo ser altamente incontrolável - as pessoas adoram seus times favoritos e sentem-se pessoalmente ofendidas se a cobertura televisiva de seus times e de seu jogo favorito for alterada. Trata-se de um produto inconsistente e imprevisível, tornando-o atraente para muitas pessoas, porém, seu marketing fica muito mais difícil. Outros fatores interessantes na obra de Morgan e Summers são as previsões referentes ao futuro do esporte mundial. Hoje, os estádios modernos são obrigados a competir com o padrão de conforto e conveniência das salas de estar.

A pesquisa também é apresentada com todo o cuidado que ela merece, sendo abordada dentro de um capítulo inteiro do livro. Vale lembrar que decisões desinformadas e suposições são praticamente a mesma coisa, e não se pode sobreviver em uma indústria tão competitiva, como a do esporte, sem o benefício de uma pesquisa de marketing confiável. Ou seja, decisões bem-sucedidas no marketing esportivo baseiam-se em boas informações. Outro ponto importante é o patrocínio, que tem a capacidade de fazer coisas que a publicidade não faz. O patrocínio esportivo permite aos profissionais de marketing recorrer à emoção e alcançar clientes como nenhum outro elemento. Não por acaso este é o terceiro maior meio de publicidade no mundo, atrás apenas da imprensa e da televisão. É um erro comprá-lo como propaganda.

E para finalizar, deve-se ter ciência de que o produto esportivo está se tornando cada vez mais complexo e diversificado, e no que tange a decisões de marketing estratégico, é sensivelmente diferenciado dos demais produtos graças a uma série incontável de fatores. Marketing Esportivo é um material completo e altamente recomendado.
::
MARKETING ESPORTIVO
Autoras:
Melissa Johnson Morgan e Jane Summers
Categoria:
Marketing e Comunicação
Editora: Cengage Learning
Blog da editora
426 Páginas

Image and video hosting by TinyPic
Image and video hosting by TinyPic
:: Clique aqui para comprar
Image and video hosting by TinyPic

A vida é mais emocionante que as drogas

Links para esta postagem
(Faltam 7) - Saudades de uma campanha impressa por aqui? Pois é, é isso que a vida tem de melhor - como diria Jim Carrey em algum de seus filmes. Falando em melhores coisas da vida, a campanha abaixo assinada pela BorghiErh/Lowe fala exatamente disso, e fala de uma maneira extremamente eficiente. Sinto falta das boas campanhas contra as drogas de vez em quando. Vou continuar garimpado.


:: Cocaína: 150 batimentos cardíacos. Bungee Jump: 201 batimentos cardíacos.


:: Ecstasy: 145 batimentos cardíacos. Banda favorita: 182 batimentos cardíacos.


:: Maconha: 110 batimentos cardíacos. Aquele beijo: 153 batimentos cardíacos.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Uma agência que não pensa como agência

Links para esta postagem
(Que marra!) - 2010 será um ano inesquecível para a agência cuiabana Mercatto Comunicação, o motivo é muito simples: ela é uma das 15 melhores agências de comunicação para se trabalhar no Brasil. Só isso. Como bom cuiabano que me tornei, estou deveras orgulhoso de saber que temos aqui interiorzão do país uma empresa como a Mercatto. E como eu sempre digo, mais importante que o premiado é quem premia, por isso o mérito da agência é ainda maior. Eu explico.

Incentivado pela ABP - Associação Brasileira de Propaganda - o Great Place to Work resolveu premiar as agências de publicidade que são referência na gestão de talentos. Para isso, num estudo inédito fizeram uma minuciosa pesquisa dividida em cinco dimensões: credibilidade, respeito, orgulho, imparcialidade e camaradagem. As perguntas abordaram questões diretamente ligadas ao trabalho, como relacionamento com a chefia, reconhecimento e oportunidades de crescimento. Neste link você confere quem são as 15 agências.

Acredite, estar nessa lista não é tarefa fácil. Por isso, para celebrar essa baita conquista a agência criou uma campanha bem legal. Cheia de irreverência, a ideia é a seguinte: como a agência procura excelência em tudo que faz, o nível de exigência dos funcionários é muito alto. A briga aqui não é por melhores condições de trabalho, e, sim, por condições maravilhosas de trabalho. Veja o resultado:


Ronaldo Souza | Finalização
Não é de hoje que a Mercatto se preocupa com a saúde dos seus colaboradores. No começo do ano rolou um campeonatinho de perca de peso: a mulherada ficou top. Agora vamos ter um personal trainer que vai treinar os Mercatteiros para a Corrida de Reis, mas Ronaldo, como bom galanteador que é, não está satisfeito.


Lucas Brandão | New Mídia
Na Mercatto, sustentabilidade é lei. Reaproveitamento de papel, uso consciente de luz e água e o Bazar do Bem são ações que tornam os Mercatteiros amiguinhos do meio-ambiente e da comunidade. O lixo é separado e depois vendido para reciclagem e o dinheiro arrecadado é doado para instituições filantrópicas. Mas você sabe como é o ser humano né? Lucas Brandão acha uma #putafaltadesacanagem doar essa grana e gostaria que isso se transformasse no tão sonhado 19º salário.


Douglas Bastos | Redator
Na hora do almoço a agência parece uma casa de praia. É gente dormindo embaixo da mesa, mulherada fofocando na cozinha e a gurizada fica em polvorosa jogando videogame na sala de reunião. Douglas Bastos é o “patinho” da turma, leva gol até do goleiro e tem certeza de que se a TV fosse maior, ele seria um pouco melhor.


Leandro Magalhães | Gestor de E-branding e Planejamento
A gestão de RH da Mercatto é super criativa e inovadora. Tem Plano de Cargos e Salários; toda semana algum Mercatteiro dá uma palestra sobre temas variados e ainda tem treinamento de líderes. Mas você sabe com é o ser humano né? Nunca está feliz com a cor da sua grama. Leandro Magalhães sempre vai pra São Paulo estudar, mas já tá achando chato.


Fernanda Drumond | Executiva de Contas
Aqui na Mercatto sempre buscamos otimizar a gestão dos processos. Já tivemos consultoria financeira, de recursos humanos e de qualidade. Mas como cliente bom é cliente exigente, agora eles querem uma consultoria de marketing com um dos deuses da manobra.

Nada se cria | 145

Links para esta postagem
(Mandou, chegou!) - Para quem não se lembra - todos, imagino -, uma dessas peças da FedEx já deu as caras por aqui, foi em junho do ano passado (reveja aqui). Já as outras duas eram totalmente desconhecidas para este digitador de posts que vos bloga. Na verdade, ainda não decidi se essas campanhas idênticas criadas para o mesmo cliente por diferentes agências devem se enquadrar nesta categoria do blog. Por enquanto, curtam o 145º Nada se cria.


Aramex
Agência: FP7 DOHA
País: Catar
Data: Março de 2009


FedEx
Agência: DM9 DDB
País: Cingapura
Data: Março de 2009


FedEx
Agência: BBDO
País: Cingapura
Data: Setembro de 2009

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

O Panda do Ismael

Links para esta postagem
(Nunca diga não ao Panda) - O Ismael me encheu o saco para postar essa campanha, por isso, a culpa é toda dele. Pensando bem, tenho a impressão que é o próprio Ismael que está sob aquela fantasia de panda - qualquer dia eu publico uma foto dele por aqui, daí vocês irão entender melhor. E já que eu toquei no assunto, permita-me dissertar melhor sobre Ismael Gadelha.


Cidadão honorário da belíssima Londrina, Sir Gadelha é um daqueles designers pouco ortodoxos - se é que é possível ser designer sem ser minimamente ortodoxo. Vivo falando para ele criar uma maldita conta no Twitter, mas não sei por que cargas d'água ele insiste em permanecer-se off-line (desconfio que ele ainda manda telegramas de vez e quando). Uma vez ele me disse que essas redes sociais não passam de uma grande bobagem inventada por desocupados como eu. O pior é que estou começando a concordar com ele.

Mas enquanto não decido o que pensar das tais febres sociais prefiro ficar com meu o meu melhor amigo, o Google Reader - outra ferramenta que ele abomina. Facebook, Skoob, Moovee.me e Last.fm são quase como palavrões para o meu amigo Panda. Nem vou tocar no assunto Corel X Illustrator para não dar briga, mas juro que ainda farei com que ele escreva "Heinekein" no programa da Adobe.

Ano que vem ele casa e as coisas devem melhorar, ou não. E como eu sei que ele vai ler isso, acho melhor parar por aqui, Ismael possui amigos perigosos. Para você ter uma ideia, perto de um desses amigos o Coronel Nascimento não passa de uma garotinha amedrontada. Um sujetio bem peculiar, esse Ismael.


Comercial do novo Renault Fluence

Links para esta postagem
(Falta pouco para o milésimo post) - Esse comercial do novo Renault Fluence tem seu charme - dizem que é por causa do diretor Sebastian Strasser. Confesso que não entendo direito essas coisas, só consigo ver o jeitão do diretor quando é filme do Tarantino - o que qualquer idiota percebe sem muito esforço. Fora isso é tudo mais ou menos igual. Pensando bem, podiam criar um teste cego para ver se esses cinéfilos sabem mesmo do que estão falando. Bota lá um videozinho do James Cameron, outro do Spielberg e mais um Christopher Nolan e manda falar quem fez o quê. Mas voltando ao comercial, faltou dizer que a criação é da agência Publicis, de Bucareste.


terça-feira, 16 de novembro de 2010

Novo comercial da Gol

Links para esta postagem
(Isso lembra uma música) – Mais um filmaço da AlmapBBDO – esses caras sabem mesmo das coisas. Intitulado “Aviãozinho”, o novo comercial da Gol é belíssimo e vende um conceito quase que esquecido pela empresa dos Constantino: a imaginação. “Todo mundo é movido pela imaginação. E imaginação é o que a gente usa para fazer você voar cada vez melhor”. Só resta saber se continuarão servindo aquelas terríveis barrinhas de cereal a cada 600 quilômetros. De qualquer forma, ainda prefiro este comercial aqui, ó.


sexta-feira, 12 de novembro de 2010

As aventuras de Mário, o publicitário

Links para esta postagem

Louco, não. Promoção! - Resultado

Links para esta postagem
(Parabéns!) - Muito bem, conforme prometido aqui nesta casa há algumas semanas, hoje realizamos o sorteio do ótimo livro Administração em Publicidade - um oferecimento da editora Cengage Learning. E graças ao TwitRand descobrimos que a felizarda do dia é a senhorita Thayrine Lambert, também conhecida no mundo do Twitter como @athayy. Em nome da Cengage Learning e deste simpático blog parabenizo a vencedora e agradeço a todos que participaram da promoção. Acreditem, vocês são fantásticos.


quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Mais polêmico do que criativo | 39

Links para esta postagem
(Acho que ainda tenho alguns gibis dessa turma) - O comercial abaixo NÃO foi retirado do ar, mas chegou bem perto, uma vez que o todo-poderoso Conar negou categoricamente o pedido feito pela Secretaria de Igualdade Racial da Presidência da República. Através da secretaria, os federais alegavam que o filme da Fralda da Turma da Mônica – Serenata não possuía crianças negras. Até concordo que o assunto seja estupidamente polêmico, mas por favor. Têm certas coisas que eu nunca vou entender direito. Qualquer dia eu escrevo o que realmente penso a respeito do assunto.


Com reumatismo qualquer brincadeira fica difícil

Links para esta postagem
(Gosto dessas coisas) - A Fischer+Fala! criou mais essa bela ação para a ONG Acredite, organização não-governamental que proporciona suporte ao tratamento de crianças e adolescentes de baixa renda com doenças reumáticas. Com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância do trabalho da instituição e estimular doações, a agência adesivou jogos de amarelinha no chão de lugares movimentados.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Vai ter festa lá no meu apê...

Links para esta postagem
(Ainda prefiro Heinekein) - E para celebrar seus 120 anos de vida a cerveja Quilmes deu uma festa de aniversário, claro! Os convidados são todas as outras cervejas do mundo, no caso, suas amigas mais chegadas - tem até a Antárctica lá no meio (eu acho). De qualquer forma, ficou muito bom. Esses malditos argentinos sabem mesmo como se faz boas propagandas de cerveja. A criação é da Young & Rubicam portenha.


:: Vi no ypsilon2 que viu no e*ideiais

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Globo News e os mineiros

Links para esta postagem
(Semana enrolada) – Sempre que deixo de atualizar o blog não durmo direito. Tenho um sentimento de culpa por não estar alimentando meu filho. Um sentimento bem besta, diga-se de passagem. Na verdade, ter um blog já é algo bastante besta, a menos que ganhe alguns réis com ele. Não é meu caso - longe disso, muito longe. Uma vez ganhei um piercing de língua da Coca-Cola. Não entendi direito por que me deram aquilo. Furar a língua deve ser algo terrível – sem contar que fica ridículo. Imagino as coisas estranhas que dá pra fazer quando se tem um buraco na língua – enfiar o canudinho do McDonald's para assustar as crianças, por exemplo. Certa vez ouvi dizer que aumenta o risco de ser acertado por um raio – o que também não deve ser muito agradável. Mas como estava dizendo lá no começo, o Juca Kfouri disse alguma coisa interessante a respeito do hábito de se cultivar um sítio pessoal, mas eu não lembro direito o que era. Odeio esquecer as coisas. Preciso parar de ler o Boto do Reno.

Bobagens a parte, o que eu queria mesmo era mostrar este anúncio da Globo News. Quem teve a ideia foi o pessoal da CGCOM. Quando aconteceu toda aquela presepada no Chile eu imaginei que choveria anúncios de oportunidade. Errei feio.

:: Clique na imagem para ampliar.



segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Leitura recomendada | O comportamento do consumidor

Links para esta postagem
O título do livro que estampa a nossa seleta categoria já diz praticamente tudo. O comportamento do consumidor, do professor, pesquisador e consultor do comportamento do consumidor Ernesto Michelangelo Giglio desvenda os mais profundos mistérios dos comportamentos de consumo humano. Trata-se de uma obra de grandessíssima importância para jovens publicitários em busca de ferramentas eficazes para entender as complexas teorias comportamentais.

Em sua 4ª edição, a obra de Giglio deixa claro que ao estudarmos um consumidor, devemos ter claro que cada pessoa é única em sua existência concreta, nas mínimas emoções e sonhos diários. Do outro lado, por ser humana, cada pessoa demonstra e recria alguns padrões universais de comportamento, que fornecem o pano de fundo para sua particularidade.

O ser humano deve, antes de tudo, ser entendido como um ser biológico, com processos fisiológicos, o que nos permite criar uma teoria do consumo embasada nesses processos. O livro destaca ainda que as pessoas têm necessidades e desejos infinitos que se contrapõem às suas possibilidades finitas e limitadas de satisfazê-los. Ou seja, não podemos adquirir tudo o que desejamos, por isso, temos de escolher.

O que fica muito claro no raciocínio do autor é que o ser humano é instintivamente emocional, por isso, erotizar anúncios de carros, motos e toalhas é um recurso bastante utilizados pela publicidade contemporânea. O que se faz é ressaltar os argumentos da potência e da beleza simbolizada nos produtos. O consumidor até percebe uma relação lógica entre a potência do carro e a potência masculina. Já quando se erotizam cigarros, sandálias, canetas e detergentes, procura-se uma via inconsciente de associação.

É praticamente indiscutível que a liberdade é um tema atual. Nunca o ser humano teve tanta fartura, tantas opções, tanto tempo livre e tanta pressa, portanto, nunca esteve tão premido pela circunstância da escolha. Uma pessoa pode nascer já com os olhos abertos, andar aos seis meses, ler aos 4 anos, menstruar aos 10, ter relações sexuais aos 12, sair de casa aos 18, perder os cabelos aos 25... A medicina nos dá cada vez mais tempo de vida. O que fazer com ele? Como escolher?

A ideia de infância tal como a entendemos hoje é um dos resultados da revolução cultural e industrial do século passado. A explosão econômica do pós-guerra e a globalização da comunicação facilitaram a ascensão do grupo adolescente. Atentos a esses desenvolvimentos, os profissionais perceberam que os jovens estão decidindo cada vez mais cedo o que consumir. O consumidor infantil é um grande mercado que já decide por si e, muitas vezes, tem até dinheiro para a compra. Um bom profissional de marketing precisa saber que o ser humano, ao nascer, não é nada, e a sociedade vai inserindo nele seus valores, suas crenças, moldando seu comportamento. Por isso, a principal matéria-prima das empresas é a informação, e a sua maior característica é o curtíssimo prazo de validade. Fique atento!
::
O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR - 4ª Ed.
Autor:
Ernesto Michelangelo Giglio
Categoria:
Marketing e Comunicação
Editora: Cengage Learning
Blog da editora
256 Páginas

Image and video hosting by TinyPic
Image and video hosting by TinyPic
:: Clique aqui para comprar
Image and video hosting by TinyPic