quarta-feira, 30 de novembro de 2011

A vida como você nunca viu

Divertida, eficiente, diferente e motivadora. Essas são as quatro palavras que encontrei para definir a divulgação dessa promoção. Como você pode notar, é apenas mais uma de centenas de milhares de promoções já realizadas na história do consumismo mundial. Só isso. A diferença está em gerar ou não interesse. O sentimento de culpa também me parece ser algo bem explorado aqui. Assista ao vídeo abaixo e entenda melhor o que estou falando. Odeio ficar explicando essas coisas.



Em tempo: moro ao lado da Chapada dos Guimarães, e se tem um conselho que daria agora é que visitem o lugar. Um bom tópico para constar em vossas Listas da Bota.

Saiba mais da promoção em facebook.com/lumix.panasonic.br

Nada se cria | 166

O Clube de Criação de São Paulo chamou isso de trombada criativa. Trombada criativa?! Escrevo esta categoria de propagandas parecidas há sabe-se lá quantos anos, e nesse amontoado de posts, preciso pesquisar sobre as peças, ler os artigos e fuçar em tudo o que é anuário. E garanto que em momento algum li ou ouvi este estranho termo "trombada criativa". Não acredito nisso, nas trombadas, mesmo depois de ler a declaração dos criativos brasileiros, que afirmaram também estarem surpreendidos com a semelhança entre os trabalhos, que só viram o filme australiano depois de terem finalizado a criação, e que jamais houve qualquer contato entre as agências. Para eles, é coincidência pura.

Como os dois filmes foram ao ar praticamente ao mesmo tempo, é difícil dizer quem copiou quem. Mais difícil ainda é acreditar na hipótese de que as duas agências receberam briefings muito parecidos da Vokswagen, e por isso a cria tenha sido tão idêntica. É difícil de acreditar em um monte de coisa nesse mundão veio da propaganda. A única coisa em que eu acredito de verdade é que o Corinthians nunca vai ganhar uma Libertadores. (o:

Tiguan | Volkswagen
Agência: DDB Sidney
País: Austrália
Ano: 2011

Novo Tiguan | Volkswagen
Agência: AlmapBBDO
País: Brasil
Ano: 2011

sábado, 26 de novembro de 2011

Logo dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016



Finalmente divulgaram o logotipo dos Jogos Paraolímpicos de 2016, confesso que estava ansioso por isso. Depois do que fizeram com o logo das Olimpíadas de Londres, passei a não duvidar de mais nada. Se pintarem uma banana azul com listras vermelhas e falarem que é o símbolo de algum evento, eu acredito. O mundo anda muito esquisito ultimamente, as pessoas estão perdendo a noção de tudo.

Mas para minha grata surpresa, ninguém cagou dessa vez. Temos uma marca decente para as Paraolimpídas no Rio de Janeiro. Neste link você tem uma ideia geral do conceito trabalhado pela agência Tátil Design. Também tem os desenhos dos eventos anteriores, alguns depoimentos, etc e tal. Vale a pena dar uma averiguada.

E você, o que me diz do logotipo?

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Guaraná Antarctica: Radical é se divertir com os amigos

Lembra do jurássico tempo em que éramos obrigados - por falta de opção - a assistir um comercial de 30 segundos ? E tínhamos duas escolhas: 'comprar' o comercial ou trocar de canal?

O vídeo abaixo é um belo exemplo da transformação maluca que ocorreu no processo de venda de uma marca ou produto. São exatos 2min25seg, que você opta por assistir, e como se não bastasse, repassá-lo. Recebi hoje de um amigo e já repassei para mais dois. Não é à toa que em apenas 14 dias já tenha contabilizado mais de 33 mil acessos.



:: Este post é uma colaboração honorária* de Ismael Gadelha, que é designer em Londrina, amante de cervejas franco-austríacas e provável futuro campeão mundial de futebol de botão de video-game. 
* Sem honorários.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Novo Fox | Família Feliz

Show de bola essa simples ideia da agência Integra para divulgar o Novo Fox na Ceará Motor. Sempre achei esses adesivos de família uma tremenda bobagem, mas agora tudo começa a fazer mais sentido.
 

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

#atrapalo procura voluntários para teste pioneiro


Vi hoje um filme perguntando se eu gostaria que fossem implantadas lembranças para sempre em minha memória.

Achei que tinha escutado mal, e fui procurar no Youtube para ter certeza. Parece que escutei bem mesmo. É isso ai!
 


Atrápalo “procura voluntários para teste pioneiro de implantação de lembranças”.

Pode parecer uma loucura, mas é genial!

Você pode se apresentar para o teste aqui:

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Onde diabos está Wally?

(Psionante isso!) - Veja você que interesse o que acontece quando você clica na imagem abaixo. Nada de anormal, apenas interessante.


Nada se cria | 165

Pode até ser chupada, mas não tem como negar que as produções são praticamente impecáveis. E já que estou escrevendo agora, vocês repararam no título deste post? Nada se cria | 165, ou seja, pela centésima septuagésima quinta vez eu chamo a atenção dos leitores para propagandas parecidas. "How's it going to end?" é a pergunta que não quer calar. Vi no Show de Truman há uns 10 anos e achei pertinente citar agora.

Carte Noire Coffee / Kraft Foods
Agência: BETC Euro RSCG
País: França
Data: Setembro de 2011

Nescafé
Agência: twofifteen McCann
Países: Estados Unidos e México
Data: Novembro de 2011 

Fedex Dominoes

Não tem nada de especial neste filme, é apenas um recurso batido que sempre gera um efeito hipnotizante em quem assiste. Sem contar que deve dar um trabalho dos diabos para a equipe de produção - isso se não estivermos falando de computação gráfica. Vai saber.

Mas o que eu queria dizer mesmo é que não importa se trata-se de um recurso batidão - quem nunca viu a Monalisa surgindo com peças de dominó caídas ou mesmo o clássico comercial do Honda Accord? - o importante é que a parafernália toda montada faz todo o sentido quando estamos falando de uma marca como a Fedex. Aliás, um ganso canadense enviando um adesivo de taco de hockey para seu amigo cachorro em Miami não é algo que se vê todos os dias.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Mais uma campanha polêmica da Benetton

Essas campanhas da Benetton continuam dando o que falar. Dessa vez a ideia da marca é protestar contra o ódio e preconceito através de uma ação batizada de Unhate (algo como "deixe de odiar"). As peças extremamente polêmicas colocam ícones mundiais se beijando, ainda que com a ajuda do Photoshop.

Nunca sei o que pensar direito dessas esquisitices, posto porque acho curioso.

Bento XVI e o Imã do Cairo, Safwad Hagazi



Barack Obama e o presidente chinês, Hu Jintao


Nicolas Sarkozy e a chanceler alemã, Angela Merkel

Obama e o presidente venezuelano, Hugo Chávez

Premiê israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas (esq.)
 
Líder norte-coreano, Kim Jong-il, e o presidente sul-coreano, Lee Myung-bak

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

11/11/11

Odiaria morrer algum dia sem ter visto este anúncio alltype criado pela DM9 para o MASP.

:: Clique para ampliar.

Os patrocinadores estão matando a tradição do esporte

Li no excelente blog Saque e Voleio que a edição do próximo Master 1000 de Madri será jogado em um surpreendente saibro azul. Tudo para satisfazer as vontades do patrocinador do torneio - uma seguradora espanhola que ostenta a cor em seus materiais publicitários.

Saiba mais detalhes clicando aqui.

Não entendo muito sobre coisa alguma, mas trocar o tradicional saibro laranja avermelhado por azul me parece uma estupidez sem tamanho. O que querem, afinal? Transformar a quadra num picadeiro? Não estranhem se resolverem usar bolinhas vermelhas em um torneio patrocinado pela Coca-Cola.

Algumas coisas jamais devem ser alteradas, apenas mantidas. A isso damos o nome de tradição. Sou um publicitário tradicional! Fico imaginando se a moda pega aqui no Brasil, e os patrocinadores inventam de meterem suas cores onde não são chamados.




quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Mercedes: rápido até estacionado

Veja que maravilha de ação de guerrilha, essa dos canadenses da BBDO de Toronto para o Mercedes C-350. É tão isuportavelmente criativo que apenas a frase "Rápido até estacionado" explica tudo. É o poder de um bom adesivo, meus amigos.



























segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Chá Gelado Lipton, é assim que se faz

Existem muitas formas para se vender muitas coisas em muitos lugares. Essa é a magia da coisa toda, não existem regras, padrões, muito menos receitas. Você só precisa de uma ideia, saber como defendê-la e depois fazer uma produção benfeita (é assim mesmo que se escreve, pesquise no Google). Um chá gelado, por exemplo. Diga-me: qual seria a melhor forma para vender um produto tão incrivelmente sem graça como este? Alguém bebendo enquanto pratica algum exercício físico? Nãããããão. Alguém bebendo enquanto assiste a um filme de Andy Garcia? Nãããããão. Faça o que manda o célebre slogan da Apple: pense diferente.



sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Smart: o futuro é dos compactos

Bem original essa ideia da agência carioca Conexão Brasil para vender o Smart. Talvez não fosse necessário tantas peças para falar a mesma coisa, dá pra pegar o espírito da coisa logo na primeira. Eu descartaria todas as outras sem dó, elas estão apenas ocupando espaço. Caramba, como eu sou chato!

E já que não estou fazendo nada, permita-me falar do Smart. Quando estive na Europa em agosto fiquei espantado com a quantidade de Smarts pelas ruas daquele continente. Uma praga, me arriscaria a afirmar. Você caminha pela calçada e quando chega a uma esquina, não olha para os lados para ver se está vindo algum carro, mas sim para ver se está vindo algum Smart. Não estou exagerando, esses pequenos caros tornaram-se uma epidemia no Velho Mundo. E considerando que lá é a vanguarda da indústria automobilística, imagino que em breve seremos povoados por esses simpáticos carrinhos.

E é baseado nessa minha observação totalmente irrelevante, a campanha abaixo faz todo o sentido: o futuro deve ser mesmo dos compactos.






quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Liberte sua mente

Recentemente ouvi um argumento católico tão descabido que me fez escrever este post (e olha que quase nunca cito religião neste blog, quando o fundei, defini que seria um blog laico). Era um padre que debatia com outro religioso sobre uma palestra espírita que ambos assistiram. O religioso disse que ouviu do palestrante que os miseráveis de hoje são reencarnações de indivíduos que fizeram muito mal a outras pessoas em vidas passadas.

Uma observação quase infantil, que não merecia sequer ser rebatida por qualquer um que tivesse um mínimo de interesse pelas coisas. Era algo para ser apenas ignorado, desprezado, de tão tolo. Mas para minha imensa surpresa, presenciei o padre de pouco mais de 60 anos contra argumentar exatamente o seguinte: - Não acredite nisso, é algo que não pode ser provado cientificamente.

Eu engasguei feio com o gole de suco de caju que estava bebericando. Um padre dizer para não acreditar em reencarnação alegando o conhecimento científico é como um nazista tatuar a Estrela de Davi no meio da testa. Jamais ouvi tamanha bobagem em toda a minha vida, contando que tenho uma vida repleta de bobagens ouvidas. A minha vontade na hora foi de falar apenas: Querido padre estúpido, e o que exatamente pode ser provado cientificamente? Moisés recebendo as Tábuas da Lei de Deus com seus dez mandamentos, por exemplo? Fico imaginando isso sendo divulgado na Scientific American (aqui você entende melhor). Vocês conseguem perceber o tamanho da bobagem?

Sou ateu, tenho orgulho disso, não é fácil ser ateu em um país como o Brasil, não é fácil ser minoria em lugar nenhum do mundo, e por isso preferi ficar quieto, detesto debater religião com pessoas de extrema militância teísta. Eu conseguiria criar uma discussão gigantesca se quisesse, mas não gosto mesmo de debater esse tipo de coisa com pessoas que eu não conheço bem. Você precisa de um certo grau de intimidade para debater ideias ligadas à criação da vida, do universo e tudo mais.

As pessoas não estão preparadas para pensar, elas têm medo sem saber do que exatamente têm medo. Pensar dá trabalho. E você percebe que uma pessoa tem medo do desconhecido quando começa a pregar alguma coisa que está na Bíblia, sendo que as tradições bíblicas vêm do nada (aqui você entende melhor). A explicação da vida segundo a seleção natural é algo que me atrai muito mais do que um ser supremo com sua varinha mágica. Em suma, é isso.

Este comercial abaixo esclarece melhor a coisa toda. Assim eu consigo inserir um pouco de propaganda nesta postagem.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Nada se cria | 164


Estava devendo um Nada se Cria em vídeo por aqui. Depois da última (e única) pesquisa de satisfação (que fique claro que eu não gosto deste termo, pior que ele só mesmo a abominável  pesquisa de clima, feita por psicólogos para atender as estratégias de endomarketing da companhia. Se pudesse, baixaria um decreto proibindo termos como "pesquisa de clima", "endomarketing", "colaborador interno", "integração", "ginástica laboral" e "líder imediato". Acho que não esqueci de nenhum), vi que estamos falando de uma das categorias mais bem quistas da casa. Por isso, para alegria geral da nação, desfrutem de mais esta curiosa coincidência publicitária. Há quem chame de chupada, vai saber.

Adidas Predator
Agência: 180 Amsterdam
País: Holanda
Ano: 2007
 
Stars and strikes
Agência: Karmarama
País: Reino Unido
Ano: 2011

É assim que se vê o mundo em 3D

Estreia hoje a noite este curioso filme da LG assinado pela Y&R para divulgar o seu 1º smartphone 3D. O novo celular da marca é o primeiro munido de tecnologia 3D do Brasil e o único com duas lentes para a captação de imagens. O aparelho também dispensa a utilização de óculos especiais quando o usuário assiste ao conteúdo em três dimensões.