segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Samsung Galaxy Y quase de graça

Quem navega por esta Home Page (sim, gosto dos termos do século passado, por mais cafona que isso possa parecer) já deve ter percebido que sempre pingo alguma pechincha por aqui - virou tradição da casa. A ideia é compartilhar algo pelo qual valha a pena meter a mão no bolso. 

E devo admitir que 2011 foi um ano com boas dicas, foram muitos livros, DVD's, eletrônicos, teve de tudo um pouco. Por isso quis fechar o ano com chave de ouro e separei este excelente celular da Samsung.

O Galaxy Y Prata vem com Android 2.3, 832 MHz, Touch, Wi-Fi, 3G, câmera de 2MP e cartão de 2GB. Uma belezinha, diriam os mais entendidos do assunto! E a melhor parte é o preço: de R$ 499 por míseros R$ 399,00, ou 12x de R$ 33,25, tudo sem juros. Eu já garanti o meu.

Pelo amor de Deus, o que é que você está esperando, o ano novo chinês? Clique aqui e compre de uma vez por todas antes que a profecia maia se concretize.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

#CoelhoFamoso rouba a cena às vésperas do Natal

Este blog existe por um único motivo: publicar uma boa ideia. Esse é o negócio, a tal proposta. E nada exemplifica isso melhor do que esta bela ação realizada pelo Pantanal Shopping. Lembra quando eu postei aqui que havia recebido um coelho no meu trabalho? Reveja aqui e continue lendo.


Pois bem. Nos vídeos abaixo você vê o efeito que a campanha causou nas ruas de Cuiabá neste último fim de semana. O #CoelhoFamoso virou uma febre por onde passou e angariou simpatizantes à sua causa: a luta pela igualdade nas comemorações, contra o preconceito que o próprio denomina “coelhofobia”.

Notem, era para ser uma ação de Natal como qualquer outra, mas a agência responsável, no caso a FCS, conseguiu sair da mesmice e surpreendeu a todos com um viral extremamente benfeito. Eu estava em um dos lugares visitados e pude acompanhar tudo de camarote.

Se você também gostou da campanha e quer participar de alguma forma, ajude a divulgar os vídeos e fotos e participe da promoção #CoelhoFamoso. Você pode ganhar 1 iPhone, 4 vale-compras de R$ 500, um jantar e ingressos para o cinema. Não perca tempo!



quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Mania de retrospectiva

Não gosto muito de retrospectivas, talvez um efeito colateral daquilo que o Sérgio Chapelin apresenta em todos os finais de anos globais. E o motivo é bem simples. Hoje em dia tudo é tão excessivamente exposto que uma retrospectiva torna-se completamente entediante, fútil, frívola. Uma grande perca de tempo, diria. 

Quer um exemplo? Responda-me qual é a necessidade de lembrar que este ano o mundo perdeu Steve Jobs, o fundador da Apple, o brilhante magnata da tecnologia, o Jesus Cristo 2.0... essas baboseiras que todo mundo repete? Nenhuma! Retrospectiva só é legal quando termina uma década, daí olhamos para trás e relembramos de coisas que já haviam realmente caído no esquecimento. Caramba, eu sou muito chato!

Mas apesar de todo o meu desgosto pela mania que a mídia tem de rever fatos e acontecimentos dos anos que se findam (findam é uma palavra bem estranha, melhor não usá-la). Mas apesar de todo o meu desgosto pela mania que a mídia tem de rever fatos e acontecimentos dos anos que se cessam, achei interessante este despretensioso vídeo criado pelo Youtube. Rebecca Black faz as vezes de Chapelin e nos convida a rever os vídeos mais expressivos de 2011. Confira aí, se achar que deve.

Rafinha Bastos ensina o que fazer com 6% do Imposto de Renda

Uma pessoa herdou um apartamento e decidiu vendê-lo. Simplesmente por não conhecer as regras do Imposto de Renda, ela perdeu R$ 60 mil ao escolher o momento errado para fechar o negócio. São casos como esse que têm tornado o DeclareCerto, primeiro serviço de auxilio online para declaração do IR no Brasil, um grande aliado do contribuinte ao ajudá-lo, gratuitamente, a declarar de forma mais rentável, pagando menos imposto, e dentro da lei.

O objetivo do serviço é ensinar a melhor forma de pagar menos imposto, apontando transações financeiras que podem ser incluídas na declaração do IR, mas que as pessoas normalmente não sabem ou não se lembram de fazer.

O serviço informa os melhores prazos para vários tipos de negócios, dá dicas de investimentos e alerta para regras rentáveis do IR. Uma delas é indicar projetos culturais, audiovisuais, desportivos e sociais da criança, adolescente e idoso, autorizados pelo Governo, para doar diretamente 6% do valor pago no imposto e ainda receber tudo de volta como benefício fiscal. O fórum gratuito disponível no site oferece aos seus usuários a chance de esclarecerem dúvidas.

Com o slogan “Imposto de Renda Não é só em Março e Abril”, o DeclareCerto trouxe para o País, em 2009, um serviço bastante comum nos Estados Unidos e Europa. Deu tão certo que, no ano seguinte, a empresa passou a integrar o grupo IOB, líder no mercado brasileiro de informações empresariais, jurídicas e tributárias, e já conta com quase 30 mil seguidores em seus perfis nas redes sociais.

De maneira humorada, Rafinha Bastos usou como exemplo a própria situação para chamar a atenção do contribuinte para doar 6% do IR a instituições culturais e sociais. No vídeo abaixo o polêmico humorista conta a sua história e seus arrependimentos. Vale a pena assistir.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Cyrela lança desafio aos usuários do Instagram


 
Veja que legal o que a incorporadora Cyrela Brazil Realty está realizando neste final de ano. Para impulsionar os usuários do aplicativo para iPhone Instagram a compartilharem educação e incentivarem as crianças a ler, foi criada uma campanha inédita no mercado imobiliário brasileiro. 

"Fotografe o seu sonho para 2012 e compartilhe educação" é um concurso fotográfico que convida as pessoas a produzirem fotos de seus sonhos para o novo ano que está chegando. A partir do Instamission - um projeto colaborativo que compartilha fotografias com “missões” semanais no Instagram e no Twitter - os participantes acrescentam a hashtag #instamission47 na legenda e têm suas fotos analisadas por uma comissão julgadora.

As seis melhores imagens enviadas serão expostas em um mosaico na Fan Page da empresa no Facebook, além disso vão estampar um cartão postal e ainda acompanhar os livros de literatura infantil a serem doados à UNIBES - União Brasileiro-Israelita do Bem-Estar Social“Fomos pioneiros no setor ao usar o Instagram, uma mídia social inovadora, e é a primeira vez que uma empresa do segmento imobiliário promove uma missão. Queremos aproveitar o resultado desta ação inédita para promover uma causa 100% social, com doação de livros para a UNIBES”, explica Fernando Moulin, gerente geral de e-Business da companhia.

A ideia claramente é inspirar as crianças com fotos positivas e que incentivem a luta pelos sonhos e pela educação. E se você tem interesse em participar, o meu conselho é que não perca tempo, pois o concurso termina no próximo dia 23 de dezembro. O resultado sai no dia 06 de janeiro.

A ação foi criada pela agência digital TV1.Com a campanha e faz parte da estratégia da Cyrela para aproximar a marca do público através de ações inovadoras. Lembro quando a construtora realizou a primeira venda pelo Facebook, gerando enorme buzz na Internet.

| Para mais informações sobre a Cyrela Brazil Realty e seus produtos, acesse: www.cyrela.com.br

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Volkswagen: aproveite o momento

Foi assim que a agência francesa .V. (que diabo de nome é esse?) criou a campanha do Golf TDI. Um apelo não tão novo assim, se não me engano já vi alguma coisa bem parecida com isso em algum outro lugar. Se lembrar, pingo no próximo Nada se cria só para esse povo largar a mão de ser besta. Ainda assim, trata-se de dois bons comerciais, destes que não precisam de diálogos para serem compreendidos. A indústria automobilística deveria fazer mais propagandas assim.
  | Princesa

  | Astronauta

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Nada se cria | 167

Uma pequena dica: se for criar alguma coisa para uma rádio que reverencia clássicos do rock, NÃO use uma estátua de busto da banda Kiss. Era só isso que eu tinha pra dizer.



City FM 87.6
Agência: Leo Burnett Amsterdam
País: Holanda
Ano: 2005
Kiss FM
Agência: Lua Branca São Paulo
País: Brasil
Ano: 2011

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Vídeo incrível mostra avião pousando sobre caminhonete

Legal pacas este viral do Nissan Frontier. O avião tem um problema no trem de pouso e o que faz o piloto antes de tentar o pouso de emergência? Chama o Corpo de Bombeiros? Chama os tiras? Chama o Homem-Cueca? Não! Chama uma maldita Frontier para salvar a pátria. Claro! O mais engraçado é que li comentários por aí de gente achando que tudo aconteceu de verdade. Santa ingenuidade! 

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Como fazer Home Runs

Confesso que já tentei jogar beisebol, e assim como o futebol, vôlei, atletismo, natação, capoeira, tênis, polo aquático, boliche e ping-pong, descobri que não nasci com o dom certo para o esporte.

Beisebol é mais legal de se ver do que jogar. A bolinha, aparentemente inofensiva, é quase uma pedra recheada de chumbo do inferno. Se pega na mão sem luva, você fica uma semana inteira sem conseguir digitar na parte direita do teclado - e esse é apenas o menor dos problemas (você sabe sobre o que estou falando). O "Home Run" (parênteses aqui: não tem como levar a sério um esporte que, aportuguesando o lance máximo, chamamos de "Corrida para Casa") é algo impossível para iniciantes.

Outra coisa que irrita na prática do esporte é que, em 90% do tempo, você fica parado, dando umas cusparadas e assistindo à movimentação no "Home Plate" (notem que temos outro termo estúpido aqui). Um esporte tão imbecil que só poderia mesmo ser popular num país como os Estados Unidos.

Mas apesar de tudo isso, gostei dessa campanha impressa criada para vender tacos de beisebol. Só entende quem conhece as regras do esporte, a tal Corrida para Casa. E se você não conhece o esporte e boiou na campanha, não se preocupe, você não está perdendo muita coisa.



terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Novo logo da HP


Depois de algum tempo a Hewlett-Packard - também conhecida como HP - finalmente divulgou seu novo logotipo. Mais simples, mais direto e, claro, seguindo a tendência minimalista que vem funcionando muito bem com todo mundo. A nova identidade visual é uma parceria da gigante californiana com a Moving Brands, que iniciaram os trabalhos de reformulação em 2008. E como não poderia deixar de ser, o resultado agrada a este que vos bloga, e imagino que irá agradar a imensa maioria de leitores e todos os demais bípedes do planeta. Só não deverá agradar mesmo aquele grupo de pagode, o "Inimigos da HP". Rá!



segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Ajudem o coelho

Links para esta postagem
Recebi aqui um coelho. Nele, um site. No site, um vídeo. No vídeo, um teaser. No teaser, outro coelho. Um coelho bem mal-humorado com o fato do Papai Noel ser mais famoso que ele. Pelo que pude perceber, trata-se de uma ação do Pantanal Shopping arquitetada pela sempre excelente FCS. Gosto das novidades que eles constumam bolar em datas como essa. E como trata-se apenas de um teaser, vamos ver o que vem por aí.
Participem clicando aqui e concorra a prêmios.
Ajudem o maldito coelho a ficar famoso!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Dicas de leitura

De vez em quando eu pincelo algumas sugestões de livros por aqui, gosto da prática. Um bom publicitário se faz com muita leitura - leitura de qualidade, não esse monte de lixo que existe nessa Internet de Deus. Sou da velha guarda, admito. Por isso gosto de indicar bons livros sempre que tenho alguma oportunidade. Além do mais, a estante virtual e a categoria "Leitura recomendada", ambas aí na barra lateral do blog, não me deixam mentir.

É por isso que selecionei quatro títulos que não deve faltar em uma boa estante. São livros que certamente irão enriquecer vossas carreiras neste ramo véio de guerra que é a comunicação. Tomem nota:

Jornal Nacional:
Modo de Fazer
Willian Bonner
De: 35,90
Por: 26,90

Midiático Poder:
o Caso Venezuela
e a Guerrilha 
Informativa
Renato Rovai
Por: 28,00
Mídias Sociais
na Prática
José Antonio
Ramalho
Por: 69,90
A turma que não
escrevia direito
Marc Weingarten
De: R$ 52,90
Por: 35,90

Chester® Assa Fácil Perdigão

Bem legal o novo filme da Perdigão que divulga o lançamento nacional do Chester® Assa Fácil. Assinado pela sempre competente Young & Rubicam, a campanha publicitária destaca a praticidade do produto, que vai do freezer direto para o forno, sem precisar descongelar.

No comercial, uma família se prepara para a ceia quando a filha anuncia que irá fazer o Chester®. Em meio ao desespero geral da família, a mãe diz para o marido relaxar porque o produto é o Chester® Assa Fácil Perdigão. Quando estão todos na mesa, a avó é a primeira a provar o prato e dá a sua aprovação com um prático: “Caraca!”. A assinatura diz: “Chester Assa Fácil Perdigão, a novidade que já é tradição”.



O esforço de comunicação contempla ainda anúncio em página dupla, merchandising, peças de mídia online e materiais de ponto de venda.



quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

boo-box premiará melhor campanha do mês com bolsas integrais de MBA na FGV




Concurso Nação boo-box vai escolher a melhor campanha veiculada na rede entre 15 de novembro e 20 de dezembro.

“Nação boo-box” é o nome do concurso que premiará a melhor campanha publicitária veiculada entre os dias 15 de novembro e 20 de dezembro na rede boo-box. O vencedor ganhará duas bolsas de estudo para o MBA em Marketing Digital da FGV. A promoção é destinada a todas as agências de publicidade e anunciantes. Para definir o vencedor, serão avaliados critérios como inovação, criatividade e resultados atingidos.


O objetivo do concurso, além de valorizar as campanhas dos clientes da boo-box, é incentivar a qualificação contínua do mercado publicitário e, por isso, as bolsas de estudo foram escolhidas como premiação. Para a comemoração dos vencedores, além do curso, a agência também ganhará uma festa para 200 convidados, em São Paulo.

No dia 23 de dezembro, as cinco melhores campanhas serão divulgadas no hotsite da promoção e nas redes sociais da boo-box (twitter, Facebook e blog). A seleção será feita por uma comissão julgadora composta por grandes nomes da publicidade no Brasil:
  • Eric Messa, Colunista do jornal Meio & Mensagem e colaborador do blog Update or Die
  • Jean Boechat, diretor de criação da AGE;
  • Matias Feldman, CEO e fundador da Workroom binacional
  • Mentor Muniz Neto, Sócio e VP Executivo de Criação da Bullet e do Talkability Group
  • Michel Lent, sócio e vice-presidente de estratégia do Grupo.Mobi/RBS
  • Pedro Porto, Head de Convergência na Fischer&Friends e Professor na Miami Ad School | ESPM
  • Raphael Vasconcellos, VP de Criação da AgênciaClick Isobar

Para mais informações sobre a ação, visite o hotsite da campanha ou entre em contato pelo email comercial@boo-box.com.

:: Sobre a boo-box

A boo-box é a primeira empresa brasileira de tecnologia para publicidade e mídias sociais. Sua tecnologia classifica e categoriza o público de 225 mil sites, exibe anúncios mais interessantes para 65 milhões de pessoas no Brasil, monetiza a audiência de 30 mil produtores de conteúdo e gera melhor retorno sobre o investimento para anunciantes e agências de publicidade. Desde 2007 tem investimento da Monashees Capital e em 2010 foi a única empresa brasileira a receber investimento da Intel Capital.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Peugeot 408 | Loducca cria anúncio com air bag em revista


Tudo bem que vender Air Bag gera gancho para anúncios criativos, mas dessa vez a Loducca caprichou de verdade. Para lembrar que o Peugeot 408 possui seis air bags com oito pontos de proteção, a agência criou um anúncio de revista que demonstra como o dispositivo de segurança funciona na prática. Você dá uma porrada no anúncio e a mágica acontece na página seguinte. Simples assim.

O vídeo abaixo explica a coisa toda com mais detalhe. E se você, caro leitor, quiser ver com seus próprios olhos, consiga a edição de Junho da revista Exame. No total, foram produzidos mais de 50 mil mini air bags.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Filme com publicitário: Cilada.com

Fazia tempo que eu não pingava um filme com publicitário por aqui. Confesso que não é das categorias mais simples de se alimentar, e nem sei se vocês gostam tanto assim. De qualquer forma, cá estou para falar de mais uma produção cinematográfica baseada na vida de um publicitário e/ou marqueteiro. E a bola da vez é o engraçadíssimo Cilada.com, um sitcom que ganhou as telonas (sempre quis dizer isso).

Escrito pelo próprio Bruno Mazzeo e Rosana Ferrão com direção de José Alvarenga Jr., o filme mantém o mesmo espírito despojado da série. Mazzeo comanda o show com seu humor ácido e ranzinza, que ainda funciona muito bem.

Dito isso, vamos ao filme. Depois de anos de relacionamento e às vésperas de pedir sua namorada, Fernanda, em casamento, o publicitário Bruno a trai com uma mulher que mal conhece, numa festa, depois de beber todas. A traição já seria o suficiente para enfurecer a namorada, mas o pior de tudo é que o flagra é presenciado por todos os presentes e a humilhação a que ela é submetida é um golpe duro de aceitar.

Como vingança, a namorada resolve humilhá-lo publicamente também e, na mesma noite, coloca no Intube – site como o Youtube –, um vídeo caseiro mostrando uma transa dos dois, que Bruno não consegue levar por mais de alguns segundos. Como acontece com estes fenômenos virais na rede, em poucas horas o vídeo se espalha e vira febre entre quem navega na internet. Aos poucos Bruno vê seu trabalho, suas relações sociais e sua vida em geral modificada por este surto de fama que o transformou numa celebridade às avessas.

Com o orgulho ferido e o firme propósito de reconstruir sua honra masculina, Bruno, incentivado por seu amigo Sandro, resolve gravar uma “transa perfeita” para colocar no Intube e acabar de vez com sua fama de “coelho”. Sandro o apresenta ao videomaker Marco André, que não tem o apelido de Marconha à toa e que vive viajandão, à procura de seu filme incrível que o levará à fama.

Contando com o apoio técnico de Marconha, Bruno só precisa encontrar uma mulher que figure em seu filme caseiro. Só que quando se é reconhecido na rua como uma piada ambulante e se tem a auto-estima abalada por uma coisa assim, não é fácil conseguir uma candidata.

Com o sucesso crescente do vídeo no Intube e a certeza de que sua vida está indo ladeira abaixo, Bruno sente-se isolado e acuado. Tirando Augusta, sua fiel empregada, e alguns poucos amigos, ele não tem com quem contar. Por isso fica ainda mais obcecado com a idéia de conseguir gravar a “transa perfeita”, para calar a boca de todos e retomar sua vida. É esse objetivo, com a ajuda de Marconha e Sandro, que vai fazê-lo entrar em cada vez mais ciladas. Ciladas de todos os tipos: das mais simples às mais inacreditáveis, com direito até a micos em programas de televisão.

Cilada.com é uma comédia sobre amor e traição que mostra o poder da Internet em transformar pequenas intimidades e deslizes em fama e constrangimentos globalizados.

Elenco:
Bruno Mazzeo | Bruno
Fernanda Paes Leme | Fernanda
Sérgio Loroza | Marco André (Marconha)
Thelmo Fernandes | Gerson
Carol Castro | Mônica
Augusto Madeira | Sandro
Luis Miranda | Pai de santo
Fabíula Nascimento | Suzy
Fulvio Stefanini | Dr. Leoni
Alexandre Nero | Henrique
Fernando Caruso | Comediante
Marcos Caruso | Pai da Noiva
Rita Elmôr | Travesti
Dani Calabresa | Regina Kelly
Débora Lamm | Débora

Título original: Cilada.com
Direção: José Alvarenga Jr.
Gênero: Comédia
Origem: Brasil
Ano: 2011
Duração: 95 minutos
Estúdio: Universal
Trailer: clique aqui
Site: clique aqui
Comprar: -

:: Nota do blogueiro: 8.0
Por quê?
Porque você ri o tempo inteiro. E é isso que uma comédia deve fazer. Toda a proposta da série Cilada é construída para que um grande grupo de pessoas se identifique com ela, por isso faz ranto sucesso. Cilada.com não perdeu essa característica, algo que, por exemplo, não aconteceu com "A Grande Família" quando foi para o cinema. E, além do mais, estamos falando de uma produção de mais de 5 milhões de reais, pelo amor de Deus!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Matel | A gente cria, seu filho imagina

Gosto de carrinhos, tenho uma penca deles adornando um canto da sala de estar do meu apartamento. Se não me engano, tenho lá umas 50 miniaturas de tudo o que é modelo - tem até um DeLorean. Minha namorada acha que eu gasto dinheiro demais com essas porcarias, e deveria comprar uma mesa de jantar nova. Ela sempre diz: "Luciano, você já tem 30 anos, não acha que chegou a hora de virar adulto?" A questão é que sempre que encontro um Hot Whells, ou Mattel, arrumo um jeito de comprar escondido. Não sei bem o porquê, mas vejo algum sentido em miniaturas de automóveis. É por isso que não poderia deixar de postar este belo anúncio publicitário criado pela ageisobar.





As demais peças da campanha estão abaixo. Quis separar bem para vocês não pensarem que eu também tenho uma coleção de dinossauros e bonecas.



McDonald's vs. Burger King

Não tenho certeza, mas acho que a Coca-Cola e a Pepsi já se envolveram em algo parecido em outras décadas. De qualquer forma, é um belo comercial, desses que costumam entrar para a história da publicidade mundial. Ou será que estou exagerando?

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Conteúdo: o “C” da questão

Muitas empresas já entenderam a Internet como uma ótima ferramenta de comunicação. Milhares de perfis no Twitter, Facebook e Youtube são abertos todos os dias. Bom, agora é só esperar que do dia para a noite ficaremos ricos de tanto “vender” pela web. #VaiNessa

A Internet, meu camarada, é um meio, não um fim. Antes de mais nada é preciso entender qual a reputação e quais os atributos naturais da marca. A Fiat, por exemplo, quer mostrar que é inovadora; a Nike, que é ousada e o Santander que pode falar de sustentabilidade. O ganho para a marca deve ser indireto. Não falo de mim, mas de um atributo meu.

O relacionamento é a parte que mais da trabalho na rede social, e é justamente a mais ignorada atualmente pelas empresas. Para fazer bom conteúdo é necessário tempo, investimento e constância. Para isso precisamos tirar da cabeça que Internet é de graça. Não estamos num sistema all inclusive que, você paga uma parte e o resto vem de “bônus”.

Hoje, aqui na Mercatto, estamos criando a cultura do investimento em conteúdo. Aos poucos vamos conquistado parte da fatia de investimento em comunicação para financiamento do branded content. Fazer com que a marca seja percebida como alguém que presenteia com entretenimento, não como alguém que faz propaganda é o “C” da questão.

Decidi escrever um pouco sobre isso após abrir o Facebook hoje e me divertir com a ótima atuação de um amigo. Um vídeo produzido, bancado por uma marca, que não invade o espaço e interrompe o consumo de conteúdo como faz a propaganda – ele é o conteúdo consumido. Parabéns, Natura!



 
:: Postado originalmente no Blog da Mercatto por Leandro Magalhães, que fará brusquetas no sábado.