quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Luiza no Canadá

Eu não ia comentar o assunto, até porque já até perdeu a graça e tenho certo repúdio à memes. Mas depois de tudo o que vi por aí não me aguentei e cá estou. Refleti a respeito e conclui que tem momentos da história que não tem como não se manifestar. Nós, blogueiros, devemos dar a nossa contribuição de alguma forma - esse é o nosso maldito propósito! E se você chegou agora de Netuno e não está entendendo picas do que estou falando, entenda o caso assistindo ao despretensioso comercial abaixo.



Nem tem muito o que explicar numa situação dessas. O que era para ser só mais um desses clichês do mercado imobiliário ganhou as redes socais de uma forma assustadora. A desnecessidade da frase dita no vigésimo segundo de vídeo foi o suficiente para aguçar a criatividade da blogaiada de plantão. Saiu versão em forró, Plantão da Globo, A queda de Hitler, remix, Lenine, Ai se eu te pego, Fátima tô boba, Game, Frevo, Jogo do Barcelona... Chega! Garimpe no Youtube e Facebook e encontre mais, muito mais! 

Bem, é claro que nada foi de caso pensado, isso me parece bem óbvio, apenas uma cagada que deu muito certo. Pode até ser que o pessoal que criou essa pérola esteja envergonhado do sarro generalizado, da piada que certamente comporá as retrospectivas no final do ano. Mas suponho que o anunciante esteja rindo de orelha a orelha com tamanha repercussão grátis. Se forem espertos e minimamente criativos, devem aproveitar os 15 minutos de fama.

O blog resolveu contribuir com todo esse alvoroço e lançou um pequeno desafio:
Sim, eu sei, isso ficou tosco!

1 comentários:

Malu Decks disse...

é, ficou tosco.